Além de porcentagem das vendas de aparelhos com Android, acordo prevê aumento de cooperação para desenvolver Windows Phone

A Microsoft conseguiu firmar um acordo com a Samsung para que a fabricante coreana de eletrônicos evite processos futuros contra o uso do Android, sistema operacional do Google. Por meio deste acordo, a Microsoft garante uma porcentagem do valor de cada dispositivo com Android vendido pela Samsung, a maior fabricante de smartphones e tablets com Android do mundo. As informações são do jornal The Wall Street Journal .

Samsung, fabricante do Galaxy Tab 7.7, faz acordo com Microsoft antes de sofrer processo
Getty Images
Samsung, fabricante do Galaxy Tab 7.7, faz acordo com Microsoft antes de sofrer processo
O acordo com os fabricantes, também já aceito pela Acer e HTC , é polêmico, porque pressupõe que o Android, um sistema de código-aberto e de uso gratuito para qualquer empresa, infringe algumas patentes importantes de propriedade da Microsoft. Para o Google, estas ações são tentativas dos concorrentes, como Microsoft e Apple, de tentar aumentar o preço dos aparelhos.

Além do pagamento dos royalties pelo uso do Android em seus dispositivos móveis, a Samsung aceitou cooperar com a Microsoft para o desenvolvimento de novos smartphones com o Windows Phone, sistema operacional da Microsoft para celulares. A Samsung já possui aparelhos com o sistema da Microsoft, mas em menor quantidade do que com Android.

"Se líderes de mercado como a Samsung e a HTC conseguem entrar em acordos como este, isso já não clarifica o caminho?", disseram Brad Smith e Horacio Gutierrez, advogados da Microsoft, em comunicado. A partir do acordo com as três fabricantes, segundo o jornal, as atenções da Microsoft devem se voltar para a Motorola Mobility, empresa recém-adquirida pelo Google, que também usa o Android em diversos tablets e celulares. A LG também pode ser alvo de novas propostas também.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.