Projeto, ainda em fase de testes, começa em apenas algumas cidades, como Londres e Paris

O Google começou um projeto piloto para fotografar a parte interna de prédios, entre eles shoppings, lojas e outros estabelecimentos. As novas fotos serão parte de um novo recurso do Street View, serviço vinculado ao Google Maps que fotografa ruas de diversas cidades, inclusive do Brasil, em 360º. No entanto, até agora, o serviço conta apenas com imagens do exterior de estabelecimento.

Interior de um restaurante medieval de Virginia (EUA) já fotografado pelo Google Street View
Divulgação
Interior de um restaurante medieval de Virginia (EUA) já fotografado pelo Google Street View
"Baseado no Google Art Project, que permitiu que fotografássemos o interior de 17 aclamados museus com a tecnologia Street View, vamos ajudar as empresas a aumentar sua presença online", disse um porta-voz do Google ao site da BBC . "Queremos que as empresas possam mostrar as qualidades que fazem suas lojas se destacarem, por meio de fotos em alta resolução." Para ver alguns estabelecimentos já fotografados, acesse o site oficial do serviço (em inglês).

No início, o projeto será implementado apenas em algumas cidades do mundo, como Londres (Inglaterra), Paris (França), além de algumas cidades na Austrália, Estados Unidos, Japão e Nova Zelândia. Ainda não há previsão para a chegada do recurso ao Brasil. Por enquanto, o Google está divulgando o serviço, que deverá ser requisitado pelas empresas. Entre os tipos de estabelecimentos que poderão ser fotografados, estão restaurantes, hotéis, shoppings, academias e oficinas mecânicas.

Os donos das empresas serão responsáveis por avisar os frequentadores do local que ele será fotografado antes do Google iniciar o trabalho, de modo a evitar problemas futuros relacionados à privacidade, como os ocorridos com o Google Street View em alguns países, como Alemanha. Após a visita, as fotos se tornarão propriedade do Google e as empresas poderão solicitar a retirada, mas o Google tem o direito de manter as fotos no ar. O serviço é gratuito, ou seja, as empresas não pagam nada ao Google para serem fotografadas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.