Relatório da Symantec mostra redução do número de infeccções, mas mostra que o vírus ainda está ativo

A Symantec anunciou na última terça-feira (17) que o vírus Flashback, que chegou a infectar 600 mil Macs , aproximadamente 1% da total base de computadores da Apple, ainda está presente em 140 mil computadores.

Tanto a Symantec, quanto outras empresas de segurança digital lançaram ferramentas que combatiam a ameaça que roubava dados pessoais dos Macs, como nomes de usuários e senhas. A Apple também lançou uma ferramenta para corrigir o problema.

O vírus Flashback se disfarça de atualização do Flash Player e aproveita uma brecha do Java para infectar a máquina do usuário.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.