Novo estudo da comScore, realizado somente nos EUA, mostra que tablet da Amazon roubou parte da fatia da Samsung e da Motorola

O Kindle Fire , tablet da Amazon, já detém mais da metade do mercado americano de tablets com sistema operacional Android, do Google, de acordo com nova pesquisa da consultoria comScore. Lançado em novembro de 2011, o tablet foi adotado rapidamente pelos usuários e hoje já representa 54,4% dos tablets com Android que acessaram a web nos EUA entre dezembro e fevereiro de 2012. A Amazon conseguiu dobrar sua participação de mercado em apenas três meses.

LEIA TAMBÉM:
Total de tablets em uso deve chegar a 760 milhões em 2016
12 opções de tablets disponíveis no mercado

Kindle Fire, o primeiro tablet da Amazon, faz sucesso nos EUA
Getty Images
Kindle Fire, o primeiro tablet da Amazon, faz sucesso nos EUA
Com o avanço do Kindle Fire, os tablets da Samsung e da Motorola sofrem uma grande redução em sua fatia de mercado.

Os dados da comScore mostram que a linha de tablets Galaxy, da Samsung, detinha 23,8% do total de tablets Android mapeados em dezembro de 2011 e, em fevereiro de 2012, passou a representar apenas 15,4% do total. A Motorola, em terceiro lugar, viu sua participação de mercado cair de 11,8% para apenas 7% no período.

Entre os outros tablets que aparecem no ranking da comScore, apenas a Asus manteve sua participação de mercado no período analisado em 6,3%, com o Transformer. A Lenovo, apesar de pequena participação, foi a única que aumentou sua fatia e agora tem 1,2%.

Consumo de conteúdo é superior em telas maiores

A comScore também analisou os modelos de tablets que promovem maior consumo de conteúdo. De acordo com os page views coletados, os donos de tablets de 10 polegadas são os que mais tendem a consumir conteúdo por meio do aparelho. Em segundo lugar, ficam os tablets de 9 polegadas, 7 polegadas e 5 polegadas, respectivamente.

"Os tablets de 10 polegadas representam 39% mais consumo de conteúdo do que um tablet de 7 polegadas e 58% mais consumo do que os tablets de 5 polegadas", diz a comScore, em comunicado. Em janeiro, uma pesquisa divulgada pela Euromonitor apontou que os tablets com tela entre 9 e 11 polegadas se tornarão os mais populares no futuro, porque é a que melhor funciona para consumir conteúdo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.