Samsung desbanca Nokia e se torna a maior em celulares

Empresa coreana vendeu mais de 93 milhões de aparelhos no último trimestre

Reuters |

SEUL, 27 Abr (Reuters) - A Samsung Electronics teve um lucro recorde de 5,2 bilhões de dólares no primeiro trimestre, superando a Nokia como maior vendedora de celulares do mundo, com seus celulares Galaxy superando o iPhone da Apple na ponta mais alta do mercado.

Veja abaixo uma galeria com os principais celulares e tablets da Samsung

Lançado pela Samsung neste ano, Galaxy Beam custa R$ 1.700, conta com tela de 4 polegadas e projetor. Foto: DivulgaçãoGalaxy Note tem tela de 5 polegadas e fica no meio do caminho entre smartphone e tablet. Foto: ReproduçãoPublicidadeGalaxy Y é o modelo mais simples da linha de smartphones com Android da Samsung. No Brasil, custa R$ 400. Foto: Stella DauerSamsung Galaxy Tab 2 é um dos principais concorrentes do iPad. Foto: ReproduçãoPrimeiro celular com Android 4.0, Galaxy X possui tela de 4,65 polegadas com resolução de 1.280 x 720 pixels e sai das lojas por R$ 1.900. Foto: Getty ImagesGalaxy Tab 2 de 7 polegadas possui o mesmo formato da versão anterior. Foto: DivulgaçãoFoto vazada recentemente na web mostra suposto novo Galaxy S III, que será lançado em maio. Foto: GSM HelpdeskLinha de tablets da Samsung também tem um modelo de 7,7 polegadas. Foto: Getty Images

A divisão de celulares do grupo sul-coreano despachou mais de 20 mil celulares Galaxy por hora no trimestre e contribuiu com a maior parte do lucro operacional da companhia.

O desempenho fez as ações da Samsung atingirem nível recorde, elevando o valor de mercado da companhia para 190 bilhões de dólares, 11 vezes acima da rival japonesa Sony, mas ainda um terço do valor da Apple, empresa mais valiosa do mundo.

A Samsung vendeu 93,5 milhões de celulares no trimestre, mais de um em cada quatro vendidos, segundo a Strategy Analytics, superando a finlandesa Nokia que ocupava a primeira posição há 14 anos.

O total inclui 44,5 milhões de smartphones, o que deu à Samsung participação de 30,6 por cento no segmento. As vendas da Apple somaram 35,1 milhões de iPhones, correspondentes a 24,1 por cento de participação.

"O mercado de smartphones está sob risco de se tornar uma disputa entre apenas duas empresas", disse Neil Mawston, analista da Strategy Analytics.

A Nokia, que até o ano passado era líder em smartphones, sofreu uma acentuada queda de vendas desde que abandonou seu próprio sistema operacional, optando pelo Windows Phone. A companhia obteve vendas de apenas 12 milhões de smartphones no primeiro trimestre.

O lucro da divisão de celulares da Samsung no trimestre passado quase triplicou para 4,27 trilhões de wons (3,8 bilhões de dólares), representando 73 por cento do lucro total do grupo. As margens operacionais subiram de 12 por cento no trimestre anterior para 18,4 por cento.

Enquanto isso, o lucro operacional da Samsung entre janeiro e março quase dobrou para 5,85 trilhões de wons, fazendo as ações da empresa atingirem nível recorde de 1,38 milhão de wons (1.200 dólares).

 

Leia tudo sobre: samsungcelulares

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG