Advogados da empresa de busca pedem anulação do julgamento

Um júri da Califórnia avaliou nesta segunda-feira que o Google infringiu direitos autorais na estrutura de parte do software de programação Java da Oracle, em um julgamento sobre tecnologia de smartphones.

Porém, o júri não conseguiu decidir, após dias de deliberação, se o Google tinha o direito de uso da estrutura. O veredicto parcial foi lido em um tribunal federal em São Francisco, na Califórnia.

Uso do Java no sistema Android motivou processo
Reuters
Uso do Java no sistema Android motivou processo
Apesar da decisão de que o Google infringiu alguns direitos autorais da Oracle, a falta de uma decisão completa e clara pode representar um retrocesso para a Oracle.

A empresa de software norte-americana está tentando provar que a líder em buscas na internet não tinha o direito de uso da estrutura e de elementos organizacionais do Java.

Os advogados do Google recorreram da decisão do júri após o veredicto desta segunda-feira, caminhando para anular o julgamento.

A Oracle processou o Google em agosto de 2010, dizendo que o sistema operacional móvel Android infringe seus direitos de propriedade intelectual para a linguagem de programação Java.

Já o Google diz que não viola as patentes da Oracle e que a empresa não pode ter o direito autoral de certas partes de Java, um software de linguagem aberta e disponível publicamente.

(Por Malathi Nayak)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.