Depois da abertura da lojinha de aplicativos em países asiáticos, usuários reclamam de descuido com o idioma

por Daniel Pavani

A Apple inaugurou a App Store em mais países asiáticos na semana passada, mas o pessoal de Hong Kong não gostou nada do que viu na loja de apps e games para o iOS. Segundo eles, as traduções na lojas são muito mal feitas.

O Wall Street Journal conta hoje que os usuários que entraram na App Store local após sua inauguração encontraram traduções das músicas e aplicativos em Mandarin pinyin, que é uma forma de transliteração do alfabeto chinês para o alfabeto romano usando, como base, a fonética das palavras.

Porém, o que os usuários de Hong Kong acreditam é que a loja deveria estar em cantonês, o dialeto da família do chinês mais falado na cidade-estado.

O iDownloadBlog , por sua vez, acredita que este tipo de tratamento da Apple é comum para mercados menores e que dificilmente veremos traduções não profissionais em países como a Itália, Alemanha ou a própria China.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.