Um dos modelos pode ter tela de 10 polegadas para concorrer com iPad e alguns modelos de tablets da Samsung

Kindle Fire: o primeiro entre os diversos tablets da Amazon que devem chegar ao mercado
Getty Images
Kindle Fire: o primeiro entre os diversos tablets da Amazon que devem chegar ao mercado

A Amazon, fabricante do tablet Kindle Fire , planeja colocar no mercado outros cinco ou seis tablets, incluindo um modelo de 10 polegadas, de acordo com Demos Parneros, presidente de vendas da Staples para os Estados Unidos. A empresa é uma das maiores varejistas dos EUA e atualmente vende o Kindle Fire.

O executivo não anunciou quando os novos modelos do Kindle Fire podem chegar às lojas dos EUA. A quantidade de modelos diferentes pode estar relacionada às especificações de memória de um mesmo modelo: a Amazon pode lançar, por exemplo, apenas dois novos modelos do Kindle Fire, com versões em 8 GB, 16 GB e 32 GB. É possível, também, que entre os modelos estejam novas versões do leitor de livros eletrônicos Kindle.

A estratégia da Amazon com os tablets é a mesma usada para os livros eletrônicos. A empresa vende o dispositivo por um custo muito baixo (US$ 79 pelo Kindle e US$ 199 pelo Kindle Fire) para depois lucrar com a venda de produtos e serviços, como aplicativos, músicas e livros. As cópias físicas desses itens, como CDs e DVDs, representam uma grande fatia do faturamento da empresa, mas que está em declínio.

Google ameaça Kindle Fire

Em quase um ano após o lançamento do tablet Kindle Fire, a Amazon já teve bons resultados, o que inspirou outros concorrentes a buscarem o mesmo modelo de negócios, como o Google. A gigante das buscas lançou recentemente o primeiro tablet com a marca Google, que já esgotou em algumas lojas nos Estados Unidos na versão de 16 GB. O Nexus 7 , com tela de 7 polegadas igual à do Kindle Fire, também custa US$ 199.

A nova onda de versões do Kindle Fire poderia ser uma resposta da Amazon ao recente lançamento do Google. Um dos motivos pode ser a superioridade do tablet do Google, que possui tela de alta resolução, processador Tegra 3 de quatro núcleos, câmera frontal para videoconferências e suporte à tecnologia NFC (Near Field Communications), que permite pagamentos via celular. O Nexus 7 também vem com Android 4.1, a versão mais recente do sistema do Google.

O Kindle Fire, por outro lado, possui processador de dois núcleos, uma versão modificada do Android e não oferece câmera. O produto chegou ao mercado com uma série de aplicativos da Amazon pré-instalados, como o Cloud Drive, serviço de backup em nuvem, e a Android App Store, para baixar aplicativos para Android compatíveis com o aparelho.

*Com informações da Reuters.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.