Usuários de versões mais antigas do e-reader só poderão acessar site da Wikipedia e loja online da Amazon após atingir limite estabelecido

Versões mais antigas do Kindle perdem navegação na web gratuita por meio de 3G
Divulgação
Versões mais antigas do Kindle perdem navegação na web gratuita por meio de 3G

A Amazon começará a limitar o uso da versão 3G do Kindle para navegar na web por meio do navegador experimental, de acordo com o site MobileRead .

A partir de agora, após navegar 50 MB por meio da rede 3G, o usuário ainda poderá acessar a loja virtual da Amazon e o site da Wikipedia, mas todos os outros sites serão bloqueados.

Até agora, ao comprar uma versão 3G do e-reader da Amazon, vendida por US$ 149 por meio do site da empresa, o usuário podia usar o dispositivo para baixar livros e acessar sites de graça, graças à parceria da Amazon com operadoras em todo o mundo. Nada muda quando o usuário estiver acessando a web por meio de conexões Wi-Fi.

A nova medida vale para os modelos mais antigos do e-reader da Amazon, entre eles o Kindle Keyboard e o Kindle DX. Desde outubro de 2011, a empresa já havia anunciado que o Kindle Touch 3G, versão mais recente do e-reader, não suportaria navegação na web por meio de redes 3G, exceto para comprar e-books na Amazon.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.