Empresa pede desculpas pelo erro e quer cooperação de autoridades para continuar a eliminar os dados

Em comunicado enviado nesta sexta-feira ao ICO (Information Commissioner´s Office), entidade que regula questões de privacidade no Reino Unido, o Google afirma que ainda não apagou todos os dados coletados indevidamente pelo serviço Street View. O Google havia se comprometido a fazer isso até dezembro de 2010, mas o comunicado afirma que parte dos dados ainda está em servidores da empresa.

Segundo a publicação britânica Telegraph , a falha do Google em não apagar completamente os dados deve dar novo fôlego às investigações feitas no Reino Unido. Em carta ao ICO, o Google admitiu que, ao inspecionar novamente os sistemas responsáveis pelo armazenamento das informações, constatou que ainda há uma pequena parte de dados guardados. O Google afirma ainda que quer apagar o restante das informações e espera uma orientação dos órgãos britânicos sobre os procedimentos a serem realizados.

Entenda o caso

O caso começou em maio de 2010, quando foi descoberto que carros do Google Street View haviam coletado e-mails, senhas e outros dados transmitidos em redes sem fio de várias cidades do mundo. Os carros foram usados pelo Google para fotografar casas e ruas para seus mapas e, ao circular pelas cidades, armazenavam informações transmitidas em redes sem fio desprotegidas.

Logo após a descoberta, autoridades europeias e americanas iniciaram investigações. O Google admitiu a falha e afirmou que um problema de software havia sido a causa da coleta indevida. A empresa afirmou ainda que iria cooperar com as autoridades para eliminar os dados coletados de forma definitiva e transparente até o fim de 2010.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.