Comitê Olímpico pede moderação aos fãs no uso de Twitter e celular para emissoras possam transmitir imagens das competições

Reuters

LONDRES - Os espectadores dos Jogos Olímpicos em Londres foram orientados pelos organizadores do evento a evitarem o envio de mensagens de texto e publicação de mensagens no Twitter que não fossem urgentes durante as competições, alegando que a rede sobrecarregada está afetando a cobertura televisiva.

LEIA TAMBÉM:
Acompanhe as Olimpíadas 2012 no iG
Veja tudo que rolou no segundo dia dos Jogos Olímpicos
As abreviaturas mais comuns em conversas no celular

Uso de redes sociais durante jogos olímpicos atrapalha transmissão de imagens pelas emissoras de TV
Getty Images
Uso de redes sociais durante jogos olímpicos atrapalha transmissão de imagens pelas emissoras de TV

A cobertura de uma corrida de ciclismo masculino no sábado deixou muitos espectadores no escuro algumas vezes. Comentaristas ficaram impedidos de obter dados quanto ao tempo da corrida por interferências na rede de comunicação do sistema de navegação do satélite GPS.

A situação foi incômoda particularmente para os telespectadores, que sintonizaram para assistir a uma das maiores chances da Grã-Bretanha levar uma medalha de ouro. Muitos demonstraram revolta pela falta de informações no Twitter.

Um porta-voz do Comitê Olímpico afirmou ter ocorrido um problema de rede, causado por milhares de fãs, que ocuparam as ruas de Londres para torcer pelo time britânico, enviando mensagens.

"É claro que se você quiser enviar algo, não vamos dizer 'não, você não pode', e nunca proibiríamos o público", disse o porta-voz. "É apenas que, se não for urgente, vá com calma". "Não queremos que as pessoas parem de interagir nas redes sociais, mas estamos pedindo que enviem mensagens por outros meios", acrescentou.

O uso de celulares para acessar a internet e tirar e enviar fotos e vídeos disparou nos últimos anos, fazendo dos Jogos em Londres a primeira competição das redes sociais, mas também resultando em maior pressão sobre as redes de comunicação.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.