Susan Kare, funcionária da Apple entre 1982 e 1986, afirmou que as telas iniciais dos aparelhos da empresa coreana são "confusamente semelhantes" aos do iPhone

Reuters

SAN FRANCISCO - O foco da batalha judicial entre Apple e Samsung mudou para o icônico display do iPhone nesta terça-feira, com a empresa dos Estados Unidos chamando uma antiga funcionária e premiada designer gráfica para apoiar as alegações de que os aparelhos da Samsung são "confusamente semelhantes".

LEIA TAMBÉM:
iPhone colocou Samsung em "crise de design", diz executivo em e-mail

Susan Kare, que entre 1982 e 1986 ajudou a desenvolver icones para os computadores Macintosh, examinou as telas iniciais de 11 telefones da empresa coreana, incluindo o Galaxy S, e encontrou ícones e layouts similares.

A Apple alega que os consumidores podem confundir dispositivos da Samsung com o iPhone, e acusa a empresa asiática de copiar design e recursos. A Samsung, por sua vez, acusou a Apple de violar suas patentes de tecnologia sem fio.

Susan testemunhou que ela mesma chegou a se confundir com aparelho da Samsung em um encontro de testes. "Havia uma grande mesa de conferências com muitos telefones, e alguns estavam ligados", disse ela. "Eu fui pegar um iPhone para mostrar a interface, e estava segurando um Samsung."

Quando chegou a vez do advogado da Samsung questionar Susan, ele entregou um telefone da empresa e pediu que ela dissesse o que via: o logo da Samsung. A Apple e a Samsung se enfrentam de igual para igual em uma forte disputa de patentes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.