Fundador do Megaupload afirmou por meio do Twitter que lançará nova loja online para venda de músicas sem intermediação de gravadoras em breve

O fundador do Megaupload, Kim DotCom, pretende lançar um novo serviço de música, chamado Megabox , até o final de 2012. Por meio do novo serviço, os artistas poderiam vender suas faixas de música diretamente, sem o intermédio de gravadoras, e ficarão com 90% da receita alcançada. "A Megabox chegará ainda este ano", disse DotCom, por meio de sua conta no Twitter.

LEIA TAMBÉM:
Conheça Kim DotCom, o milionário por trás do Megaupload

Apesar de enfrentar processo, DotCom planeja lançar novo serviço de música online
Getty Images
Apesar de enfrentar processo, DotCom planeja lançar novo serviço de música online

Atualmente, para vender suas faixas de música em serviços como a iTunes Store e Google Play, os artistas ficam com apenas 10% do valor da venda, sendo que os outros 90% são divididos entre a gravadora e a loja. Com o novo serviço, segundo DotCom, o artista ficaria com 90% e a Megabox receberia apenas 10% do valor.

O novo serviço estava nos planos de DotCom desde o início ano passado, mas o executivo foi preso por conta de acusações sobre promoção da pirataria online com o site Megaupload.

Atualmente em liberdade, o executivo aguarda o resultado de um processo de extradição para os Estados Unidos, que ocorre na Nova Zelândia. Se extraditado, DotCom enfrentará um julgamento nos EUA.

Na semana passada, o fundador do Megaupload acusou a polícia da Nova Zelândia de espancá-lo durante a megaoperação realizada para prender o executivo. Segundo relatório divulgado pela polícia para justificar a ação, DotCom estava armado, era perigoso e ameaçava matar

Uma corte da Nova Zelândia deve ouvir o pedido das autoridades dos EUA para extraditar Dotcom por acusações de pirataria na Internet, lavagem de dinheiro e infração de direitos autorais apenas em março de 2013.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.