Segundo a consultoria IDC, o mercado global de PCs crescerá menos de 2% pelo segundo ano consecutivo, apesar dos lançamentos do final do ano

A venda global de PCs continuará estagnada até o final de 2012, apesar da chegada do Windows 8, nova versão do sistema operacional da Microsoft, em outubro. De acordo com a consultoria IDC, 367 milhões de PCs (desktops e notebooks) serão vendidos neste ano, menos de 1% mais unidades do que em 2011. É o segundo ano consecutivo de crescimento menor que 2% no mercado de PCs.

LEIA TAMBÉM:
Com iPhone e iPad, Apple tenta colocar fim ao monopólio da Microsoft

Chegada do Windows 8 ao mercado, apesar de muito aguardada, não deve ter grande impacto nas vendas de PCs
Divulgação
Chegada do Windows 8 ao mercado, apesar de muito aguardada, não deve ter grande impacto nas vendas de PCs

Um dos motivos é o declínio nas vendas de PCs nos Estados Unidos. Segundo a IDC, as pessoas estão aguardando o lançamento do Windows 8 e de novos ultrabooks para comparar com os produtos atualmente vendidos. Além disso, muitas delas consideram gastar seu dinheiro em um dispositivo móvel (smartphone ou tablet) em vez de trocar de PC.

A IDC espera que o mercado de PCs cresça 7,1% no período entre 2013 e 2016, expectativa inferior à divulgada anteriormente pela consultoria, que acreditava que a venda global de PCs cresceria 8,4% no período entre 2012 e 2016. "Esperamos que as vendas de PCs caiam 3,7% nos EUA em 2012, o que marcará o segundo ano consecutivo de contração do mercado", diz David Daoud, diretor de pesquisa de computadores pessoais da IDC.

Outro fator que impactará no crescimento do mercado até 2016, segundo o IDC, será a aceitação do Windows 8 entre os clientes corporativos. Como o sistema traz uma nova interface, que os usuários não estão acostumados a usar, é possível que as grandes empresas demorem um período mais longo para fazer a atualização do sistema. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.