Anotações e desenhos feitos no caderno poderão ser fotografados e digitalizados pelo aplicativo de bloco de notas online

A Moleskine, fabricante de cadernos para notas, lançou uma nova versão do produto compatível com o aplicativo Evernote para iPhone, iPad e iPod Touch que permite guardar anotações multimídia online. A partir de agora, o usuário poderá escrever ou rabiscar no caderno e depois fotografar as páginas por meio do aplicativo. O conteúdo será digitalizado e, depois de armazenado, poderá ser associado a palavras-chave.

LEIA TAMBÉM:
Nova linha de e-readers da Sony funciona integrada com Evernote
Extensão do Evernote para Chrome "esconde" distrações da web

O bloco de notas inteligente da Evernote é o resultado de uma parceria entre a Moleskine e a Evernote. A Evernote adicionou seus principais recursos projetados para trabalhar com livros físicos, enquanto a Moleskine criou um tipo de página especial para o aplicativo, além de adesivos que, ao serem colados na página e depois fotografados com o aplicativo, permitem que o sistema classifique o conteúdo automaticamente.

A ideia do aplicativo, de acordo com Phil Libin, CEO da Evernote, é aproximar o mundo físico do virtual e permitir que o usuário que prefere fazer anotações no papel possam também armazenar as notas no Evernote. "Estamos anunciando um cessar fogo hoje", disse ele ao site TechCrunch, após o anúncio da parceria. Confira no vídeo abaixo como a nova tecnologia funciona (em inglês):

Por enquanto, os novos cadernos Moleskine, chamados de Evernote Smart Notebooks, só serão vendidos nos Estados Unidos a partir de outubro (mas já está em pré-venda). O caderno no formato pequeno custará US$ 24,95 (cerca de R$ 50) por meio da loja online da Moleskine. Em tamanho grande, o novo Moleskine custará US$ 29,95 (cerca de R$ 60). Por enquanto o novo caderno não é compatível com o Evernote para Android.

    Leia tudo sobre: aplicativo
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.