Amazon lança novo Kindle Fire com tela HD em versões de 7 e 8,9 polegadas

Novos tablets serão vendidos a partir da metade de setembro e representam desafio da Amazon à empresas de tecnologia como Apple, Google e Samsung nos EUA

Claudia Tozetto - iG São Paulo | - Atualizada às

Depois de anunciar o novo Kindle PaperWhite, a Amazon acaba de anunciar o tablet Kindle Fire HD com tela de alta resolução em duas versões com tamanho de 7 e 8,9 polegadas, além de uma terceira versão de 8,9 polegadas compatível com 4G. A empresa também anunciou uma nova versão do tablet Kindle Fire de 7 polegadas, lançado no ano passado, com preço US$ 40 menor que o preço da versão atual do tablet.

LEIA TAMBÉM:
Novo Kindle Fire é reforço da Amazon na guerra de tablets 

Getty Images
Jeff Bezos, CEO da Amazon, apresenta o Kindle Fire nas versões de 7 e 8,9 polegadas

Os três novos tablets fazem parte da grande estratégia da empresa para acirrar a competição com o Nexus 7, tablet do Google, o iPad, tablet da Apple, e a linha de tablets Galaxy, da Samsung, nos Estados Unidos. De acordo com a Amazon, atualmente o Kindle Fire representa 22% dos tablets vendidos no país.

Os dois novos modelos Kindle Fire HD possuem tela com camada sensível ao toque laminada com 25% menos brilho, o que facilita a leitura sob luz solar, e vêm com processador OMAP 4470 da Texas Instruments, que a Amazon afirma ser melhor que o NVidia Tegra 3. Todas as versões usam uma versão modificada do sistema operacional Android, desenvolvido pelo Google e customizado pela própria Amazon.

As duas versões HD do tablet da Amazon possuem memória interna de 16 GB e auto-falantes integrados. Eles têm conexão Wi-Fi, 3G, Bluetooth e HDMI, além de câmera frontal com alta resolução. A versão menor chegará ao mercado em 14 de setembro com preço de US$ 199, mesmo valor de lançamento da versão atual do Kindle Fire. A versão de 8,9 polegadas será entregue a partir de 20 de novembro, por US$ 299.

A versão compatível com 4G do Kindle Fire HD, de 8,9 polegadas, também vem com o dobro de memória, 32 GB, além de um pacote de serviços que inclui 20 GB de espaço para armazenamento na nuvem no serviço da própria Amazon, um pacote de 250 MB por mês e um crédito de US$ 10 para a loja de aplicativos. Ele custará US$ 499, mas o usuário terá que pagar US$ 50 por ano pelo pacote de serviços.

AFP
Kindle Fire HD de 8,9 polegadas terá versão também compatível com 4G/LTE

No caso do novo Kindle Fire de 7 polegadas, a Amazon sobrou a memória RAM do aparelho, processador mais rápido e bateria de maior duração do que o modelo anterior. Este novo produto já está em pré-venda, mas começa a ser entregue aos consumidores a partir de 14 de setembro com preço de US$ 159.

Aplicativos e serviços

De acordo com Jeff Bezos, CEO da Amazon, o Kindle Fire não é um simples gadget, pois "as pessoas não precisam de mais gadgets".

O aparelho é um elemento crítico para a Amazon, mas para que a empresa entregue seus serviços, entre eles streaming de vídeo, venda de música online, loja de aplicativos e armazenamento em nuvem. "Este ano, decidimos ter o melhor tablet em qualquer faixa de preço", disse Bezos. "E nós decidimos pensar grande."

Além de oferecer diversos conteúdos, como livros, revistas e filmes, pré-carregados nas novas versões do tablet, a empresa também criou novos recursos, por exemplo, o Whispersync for voice, que permite sincronizar a página do livro com a versão do livro em áudio, de modo que o usuário escolha como quer consumir o conteúdo a cada vez que decidir retornar ao livro. Outros novos recursos, antes exclusivos do Kindle, agora estão disponíveis para leitura no Kindle Fire.

Os novos tablets também ganharão uma nova versão do aplicativo de cliente de e-mail e de redes sociais como Facebook e Twitter, todos desenvolvidos pela equipe da própria Amazon. A empresa também desenvolveu um aplicativo do Skype, que permite fazer videoconferências por meio da câmera frontal em qualidade HD. Um novo aplicativo chamado Kindle FreeTime permite que os pais programem o tempo de leitura, games e outras atividades dos filhos no tablet.

Leia tudo sobre: amazonkindle firekindle fire HDtablet

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG