Como versão de testes do projeto Persona, usuários poderão usar apenas um login e senha para acessar qualquer serviço integrado com nova identidade

A Fundação Mozilla, responsável pelo navegador Firefox, lançou a nova versão de testes do Persona, novo sistema de identificação única que poderá ser adotado por qualquer serviço baseado em web. Com ele, o usuário poderá adotar apenas um login e senha, que não precisará ser digitado repetidamente, para acessar redes sociais, e-mail e outros sites.

O novo sistema foi anunciado pela primeira vez em julho de 2011, com o nome de BrowserID, em caráter experimental. A partir de agora, a Mozilla liberou interfaces de programação de aplicativos (API) para os desenvolvedores tornarem seus sites compatíveis com o novo sistema de autenticação. Se o sistema se popularizar entre os desenvolvedores, logo os internautas poderão adotar o Persona.

De acordo com a Mozilla, os usuários precisam fazer um cadastro para usar o novo sistema no site oficial do Persona. É preciso criar uma senha e cadastrar um ou mais endereços de e-mail, que são autenticados pela ferramenta por meio do envio de um link para o endereço cadastrado. O processo é similar de outros sistemas de autenticação de identidade, como o OpenID.

Uma vez que o usuário faz o cadastro e realiza o login com o Persona pela primeira vez em um computador, ele não precisa digitar as informações por cerca de um mês, desde que esteja em uma máquina de confiança. A conta do Persona continua conectada, mesmo que o internauta desligue seu computador. O novo sistema também funcionará em tablets e smartphones.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.