Crescimento dos dispositivos móveis têm implicações para setor de notícias, aponta pesquisa do Pew Research Center

AFP

A metade dos adultos americanos tem um smartphone ou um tablet e a maioria deles usa estes dispositivos para ter acesso à informação, segundo estudo publicado nesta segunda-feira.

O relatório do Project for Excellence in Journalism, PEJ, (Projeto para a Excelência no Jornalismo) do Pew Research Center em colaboração com o grupo de notícias The Economist concluiu que a mudança no uso de dispositivos móveis têm grandes implicações para o setor de notícias.

Leitura de notícia em smartphones vem crescendo nos EUA
Getty Images
Leitura de notícia em smartphones vem crescendo nos EUA

Segundo a pesquisa, 22% dos adultos americanos possuem um tablet, mais que o dobro de há um ano, e 3% usam o tablet de alguém de casa.

Quarenta e dois por cento possuem smartphones, segundo o estudo, 35% a mais que em maio de 2011.

Sessenta e quatro por cento dos usuários de tablets e 62% dos de smartphones afirmam que usam esses dispositivos para consultar notícias pelo menos semanalmente, e quase a mesma porcentagem o utiliza para consultar o e-mail ou para jogar.

O estudo descobriu que os americanos fazem muito mais que simplesmente clicar nas manchetes dos dispositivos móveis e que 73% daqueles que viram notícias em seu tablet leram artigos em profundidade várias vezes.

"Inclusive com a ampliação da população e com um amplo leque de atividades competindo, os donos de dispositivos móveis se veem atraídos pelas notícias em seus tablets ou smartphones", declarou a diretora adjunta do PEJ, Amy Mitchell.

"Os dispositivos móveis estão aumentando, mais que substituindo, quantas notícias as pessoas consomem".

Segundo o estudo, 43% dos novos usuários de tablets afirmam que a tecnologia acrescenta a quantidade de tempo que passam vendo notícias e 31% reconheceu que obtém notícias de fontes que não usavam antes.

O relatório se baseia em uma pesquisa realizada com 9.513 adultos em junho-agosto de 2012, entre eles 4.638 donos de dispositivos móveis.

O relatório também mostrou que a introdução dos novos tablets a preços reduzidos no final de 2011 trouxe uma nova safra de usuários de tablets. Agora, 52% dos donos de tablets dizem ter um iPad, contra 81% há um ano. Quarenta e oito por cento afirmam que possuem dispositivos com o sistema operacional Android e 21% têm um Kindle Fire.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.