Fabricado pela Samsung, notebook tem sistema operacional focado em experiência na web e vem com 100 GB de espaço para armazenar arquivos no Google Drive

O Google anunciou nesta quinta-feira (18) um novo modelo de Chromebook, notebook com sistema operacional baseado no navegador Chrome (ChromeOS). Fabricado pela Samsung, o novo produto tem tela de 11,6 polegadas e trata-se do primeiro notebook da linha a usar processador de dois núcleos baseado na arquitetura ARM, de baixo consumo de energia.

LEIA TAMBÉM:
Entenda como funciona a computação em nuvem
Com ChromeOS, Google tenta reinventar computador

Novo Chromebook fabricado pela Samsung chegará às lojas com preço de US$ 250
Divulgação
Novo Chromebook fabricado pela Samsung chegará às lojas com preço de US$ 250

O novo Chromebook será vendido por meio do Google Play, loja online do Google, e de lojas de varejo nos Estados Unidos e no Reino Unido com preço de US$ 249 (cerca de R$ 505).

O preço é mais baixo do que dos Chromebooks já lançados pelo Google em parceria com a Samsung. O primeiro, lançado em 2010 , custa US$ 350. A linha foi renovada em maio de 2012 e os notebooks custavam US$ 450 e US$ 550 (versão com modem 3G).

O novo notebook tem espessura de 20 milímetros e pesa 1,8 kg, um pouco mais do que a versão do Chromebook lançada em maio. O produto possui 16 GB de memória interna, além de 100 GB para armazenamento de arquivos na nuvem por meio do Google Drive, 2 GB de memória RAM e conexão Wi-Fi e Bluetooth. O produto tem duas portas USB 2.0 e uma USB 3.0, entrada para cartão de memória SD e acompanha um headphone.

O design do produto, um dos pontos fortes, inclui um acabamento prateado, além de teclado completo em formato "ilha", que oferece mais espaço para a digitação. Outros destaques fica por conta da inicialização do sistema, que acontece em menos de 10 segundos, e da bateria de 6,5 horas, tempo maior do que da maioria dos modelos de notebooks disponíveis no mercado.

Entenda o ChromeOS

O sistema operacional do Google baseado no navegador Chrome foi lançado pelo Google em maio de 2012. A proposta do sistema é que o usuário execute todas as tarefas no ambiente web, ou seja, crie e armazene arquivos em aplicativos que não estão instalados no computador, mas que são processador a partir de um servidor que pode ser acessar por meio da web (nuvem).

Interface do ChromeOS ficou mais parecida com o Windows, para assustar menos os novos usuários
Divulgação
Interface do ChromeOS ficou mais parecida com o Windows, para assustar menos os novos usuários

Em maio de 2012, um ano após o lançamento do ChromeOS, o Google anunciou uma versão renovada do sistema, que busca atender os usuários desconfiados com sistemas baseados em web. O ChromeOS ganhou uma área de trabalho e uma barra de tarefas, como no Windows, onde os aplicativos podem ser fixados pelo usuário.

Todos os arquivos do usuário, como textos, fotos e vídeos, podem ser armazenados no Google Drive, serviço de backup em nuvem da empresa, ou em serviços similares, como o SkyDrive, da Microsoft. O novo Chromebook do Google, por exemplo, oferece 100 GB de espaço no Google Drive gratuitos durante os dois primeiros anos de uso do computador.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.