Sistema operacional do Google poderá alcançar a marca de 1 bilhão de dispositivos móveis ativados antes de completar sexto aniversário em 2013

O sistema operacional Android, desenvolvido pelo Google, completa cinco anos nesta terça-feira (6). Adotado em smartphones e tablets de diversos fabricantes, como Samsung, LG, HTC e do próprio Google, o Android está presente em 75% dos smartphones vendidos no terceiro trimestre de 2012, de acordo com dados da consultoria IDC.

LEIA TAMBÉM:
10 aplicativos úteis para Android
6 aplicativos para iPhone e Android que acessam dados públicos
Como ganhar dinheiro com aplicativos para iPhone e Android

Aparelhos com Android, como o Optimus G, já representam 75% das vendas de smartphones em todo o mundo
AFP
Aparelhos com Android, como o Optimus G, já representam 75% das vendas de smartphones em todo o mundo

Somente no terceiro trimestre deste ano, mais de 136 milhões de smartphones com o sistema Android foram vendidos em todo o mundo. Os sistemas operacionais concorrentes estão bem atrás: o iOS, sistema do iPhone, maior rival do Android, fica com o segundo lugar no ranking da IDC, com cerca de 15% do mercado. O Windows Phone, sistema da Microsoft lançado para concorrer com o iPhone e Android, ainda representa apenas 2% do total das vendas.

De acordo com dados divulgados pelo Google, mais de 570 milhões de smartphones com o sistema operacional Android desde o lançamento, em novembro de 2007. Se a curva de crescimento do Android se mantiver no mesmo ritmo, de acordo com o site Cnet, o Android pode superar 1 bilhão de aparelhos ativados com o sistema antes de completar seu próximo aniversário, em 2013.

Evolução do sistema

O Android foi lançado pelo Google como primeira iniciativa da Open Handset Alliance, entidade que inclui a operadora norte-americana T-Mobile, a Motorola e a fabricante de chips Qualcomm. O sistema, no entanto, passou a se tornar mais conhecido do público apenas após o lançamento da versão 2.1 ou Eclair, que se mantém em 3,1% dos dispositivos até hoje. Ela foi substituida pelo Android 2.2 ou Froyo, que roda em 12% dos smartphones com Android.

Atualmente, a maior parte da base instalada de smartphones e tablets rodam a versão 2.3 ou Gingerbread do Android. Ela está presente em 54% dos dispositivos com Android em operação no mercado. Outros 25% dos dispositivos funciona com o Android 4.0 ou Ice Cream Sandwich, que já foi substituido recentemente pelo Android 4.2 ou Jelly Bean .

Conheça todas as versões do Android

1.5 (Cupcake)
Primeira versão do Android a ser lançada em um grande número de aparelhos, trazia recursos de transferência de vídeos direto para o YouTube. Não é mais usada em nenhum aparelho, mas ainda está presente em modelos antigos.

1.6 (Donut)
Ainda usada em aparelhos menos potentes, trouxe melhorias na loja de aplicativos do Android e uma nova interface para os aplicativos de câmera, foto e vídeo.

2.0 / 2.1 (Eclair)
Trouxe muitos avanços em relação à versão 1.6. Além de modificações na interface, veio com um novo aplicativo de contatos suporte para câmeras com flash. Ainda é uma versão usada em muitos aparelhos de ponta disponíveis no Brasil.

2.2 (Froyo)
Trouxe melhorias na velocidade dos aplicativos e principalmente do navegador (com o a tecnologia V8 para leitura de JavaScript). Trouxe também a possibilidade compartilhar uma conexão 3G por meio de Wi-Fi. É a versão usada em alguns aparelhos mais sofisticados disponíveis no Brasil.

2.3 (Gingerbread)
Versão mais recente para smartphones, trouxe melhorias no recurso de copiar e colar e gerenciador de downloads. No momento, não está disponível para nenhum celular disponível no Brasil. O aparelho Nexus S, vendido nos Estados Unidos, é um dos poucos com essa versão.

3.0 (Honeycomb)
Versão criada para tablets, está disponível nos aparelhos Galaxy Tab 10.1, da Samsung, e Xoom, da Motorola. 

3.2 (Honeycomb)
Evolução da versão do Android para tablets, o Android 3.2 recebeu melhorias, como a possibilidade de os desenvolvedores ajustarem seus aplicativos para tablets com diferentes tamanhos de tela e recurso para executar vídeos e músicas direto do cartão de memória.

4.0 (Ice Cream Sandwich)
O sistema unificou novamente o Android para smartphones e tablets. Além disso, eliminou os botões físicos na parte frontal do aparelho, ganhou animações e reconhecimento facial para desbloquear o aparelho, em vez de senha. Câmera fotográfica passou a ser acionada por botão próprio, sem necessidade de desbloquear o aparelho, e os widgets se tornaram redimensionáveis.

4.1 (Jelly Bean)
Passou a carregar páginas de web e animações mais rápido e os widgets passaram a se organizar na página inicial automaticamente. O teclado do sistema prevê as palavras seguintes que o usuário digitará e aplicativo de fotos permite rolar imagens em sequência. Nesta versão, o Google incluiu o aplicativo Google Now, que "entende" o contexto da busca e concorre com o Siri, do iPhone.

4.2 (Jelly Bean)
Nova versão passou a suportar a digitação do tipo swipe, que permite arrastar o dedo sobre as letras escolhidas. O aplicativo de câmera passou a suportar fotos panorâmicas e os usuários de tablets com esta versão podem criar perfis independentes para compartilhar o tablet com amigos. Um novo recurso, similar ao Air Play (Apple), permite fazer streaming de músicas e vídeos para TVs compatíveis com o protocolo Miracast.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.