Novo modelo do Aakash será vendido por R$ 40 a estudantes

AFP

A Índia lançou uma nova versão de seu tablet de baixo preço, ainda mais barato e dotado de uma unidade central mais rápida, vendido aos estudantes ao preço de 1.130 rúpias (19 dólares).

Shri Pranab Mukherjee, presidente da Índia mostra a nova versão do Aakash
AFP
Shri Pranab Mukherjee, presidente da Índia mostra a nova versão do Aakash

O tablet "Aakash" (céu, em hindi), considerado o mais barato do mundo, foi concebido no âmbito de uma associação entre os setores privado e público, destinado a fazer com que a tecnologia informática seja acessível aos estudantes de países onde a internet ainda é pouco desenvolvida.

Os 100.000 primeiros tablets serão vendidos primeiro aos estudantes de engenharia e o preço ao público será de 3.500 rúpias (64 dólares).

O lançamento do Aakash se inscreve no âmbito dos esforços do país para dar a um número crescente de estudantes e alunos as condições tecnológicas necessárias para estimular o rápido crescimento econômico.

Apenas um indiano em cada dez tem acesso à internet.

Na Índia, o índice de alfabetização é de 63% e está muito abaixo do registrado em outros países em desenvolvimento, como a China, com um índice de 94%, e sofre com um sistema educacional anárquico devido à falta de investimentos e professores.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.