Google Apps será vendido a US$ 50 por usuário ao ano, mesmo para empresas com 50 funcionários ou menos, que usufruíam da ferramenta de graça até agora

Reuters

SAN FRANCISCO - O Google vai deixar de oferecer seu software de produtividade gratuito para pequenos negócios, disse a companhia em sua mais recente medida para expandir sua receita além dos seus principais serviços de publicidade.

LEIA TAMBÉM:
5 dicas avançadas para usar o Google Docs

O Google afirmou que as empresas com 10 pessoas ou menos terão que pagar 50 dólares por usuário por ano -- a mesma taxa que as empresas maiores pagam -- para usar seu software Google Apps, que inclui ferramentas de e-mail, processamento de texto e ferramentas de planilha e apresentação.

A mudança irá permitir ao Google oferecer um serviço mais consistente para clientes executivos, disse a empresa em seu blog.

Clientes individuais ainda poderão utilizar a versão de muitos de seus produtos sem pagar, como Gmail, disse o Google. E os atuais clientes executivos que usam a versão sem cobranças irão continuar a usá-la sem pagar, embora não receberão os serviços adicionais incluídos na versão premium.

Mais de 5 milhões de empresas usam aplicativos do Google, disse a empresa no início deste ano, embora não tenha informado quantos usam a versão paga. O movimento marca a mais recente mudança nos aplicativos Google, que até 2011 estavam disponíveis sem cobranças para empresas com 50 funcionários ou menos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.