Evento será realizado entre os dias 28 de janeiro e 3 de fevereiro em São Paulo

A Campus Party 2013, evento de cultura digital que será realizado entre 28 de janeiro e 3 de fevereiro de 2013 em São Paulo, terá a presença de Nolan Bushnell, fundador da Atari e primeiro chefe de Steve Jobs, cofundador e ex-CEO da Apple. Em palestra no evento, Bushnell contará sua história como empreendedor e diversos acontecimentos que impactaram no mercado atual de videogames e entretenimento.

LEIA TAMBÉM:
Veja o que rolou na Campus Party 2012

Nolan Bushnell, um dos fundadores da Atari
Getty Images
Nolan Bushnell, um dos fundadores da Atari

Bushnell fundou a Atari em 1972. A empresa foi pioneira na área de videogames e dominou a primeira geração de consoles no final dos anos 1970 e início dos anos 1980. Foi durante esse período que Bushnell foi chefe de Steve Jobs por um breve período. Jobs trabalhou na Atari como programador em 1974.

Outro palestrante anunciado nesta segunda-feira (10) é Don Tapscott, autor do best-seller "Wikinomics - Como a colaboração em massa pode mudar seu negócio". Ele falará sobre o potencial das redes globais, da colaboração e do compartilhamento na web.

Outra atração do evento será Rainey Reitman, diretora de ativismo da Electronic Frontier Foundation, uma das maiores e mais importantes entidades de defesa dos direitos civis e da liberdade de expressão. Fundada em 1990, a EFF defende os internautas em diversas frentes, como privacidade dos dados armazenados em serviços como redes sociais.

O evento

A edição de 2013 da Campus Party será realizada no pavilhão de exposições do Anhembi, em São Paulo. O evento terá mais de 500 horas de programação, entre palestras, oficinas e competições. Além disso, haverá uma área de exposição aberta ao público na área externa do evento, que contará com atividades realizadas pelos órgãos de governo e marcas que patrocinam o evento. O acesso à área de exposição será gratuito.

Os organizadores da Campus Party 2013 esperam receber 8 mil campuseiros na área fechada e paga do evento. Robótica, mídias sociais, software livre, design e eletrônica são apenas alguns dos assuntos abordados no evento. Mais detalhes sobre o evento podem ser obtidos no site oficial .

Conexão mais rápida

Em 2013, os campuseiros que estiverem na área fechada do evento terão conexão compartilhada de 30 GB, superior à disponibilizada pela Telefônica Vivo no ano passado, que era de 20 GB. A operadora também pretende oferecer acesso à internet por meio da rede de telefonia celular 3G, para pessoas com smartphones e tablets com chips da marca, como para outros campuseiros (por meio de modem).

"Estamos conversando com a Anatel para liberar uma licença de funcionamento científico para que os campuseiros possam experimentar o 4G", disse Antonio Carlos Valente, presidente da Telefônica Vivo. Segundo ele, o acesso a internet por meio de 4G será feito "em ambiente controlado" e apenas por meio de modems fornecidos no evento pela operadora.

Assim como nas edições anteriores, não haverá conexão Wi-Fi disponível no evento, apenas cabeada ou por meio de modems da Vivo. Segundo Paco Ragageles, cofundador da Campus Party, o motivo são as limitações da tecnologia Wi-Fi. "Vamos testar uma nova tecnologia de rede sem-fio este ano", disse Ragageles. Para se conectar à rede da Campus Party 2013, usuários de dispositivos como tablets, smartphones e ultrabooks deverão levar um adaptador.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.