Rota com informações incorretas sobre localização de pequena cidade de Mildura levou motoristas a passarem até 24 horas sem água e comida até notificarem autoridades

*Atualizada em 11/12/2012 às 11h25 com informações sobre a correção do mapa.

A Polícia do Estado de Victoria, na Austrália, divulgou um alerta nesta segunda-feira (10) aos motoristas que utilizam o serviço de mapas do iPhone para dirigir pela região. O aviso chega após a polícia local resgatar seis pessoas que tentavam chegar à pequena cidade de Mildura em situação de risco, após os mapas do iPhone levarem os motoristas, por engano, para um parque nacional 70 km distante do destino original.

Mapas da Apple mostram cidade de Mildura no centro de parque nacional na Austrália
Reprodução
Mapas da Apple mostram cidade de Mildura no centro de parque nacional na Austrália

De acordo com o site da Polícia do Estado de Victoria, testes no serviço de mapas da empresa, que estreou com o lançamento do iOS 6, foram feitos pelos policiais, que confirmaram o erro nas informações oferecidas aos usuários.

"Estamos extremamente preocupados porque não existe suprimento de água no parque e as temperaturas podem chegar a 46 ºC", escreveu a polícia, no comunicado.

Alguns dos motoristas localizados pela polícia australiana ficaram cerca de 24 horas no local até serem resgatados, sem água ou comida. Eles tiveram que percorrer grandes distâncias à pé até conseguir sinal de telefonia celular suficiente para avisar a polícia.

"Qualquer pessoa que estiver viajando para Mildura deve usar outros sistemas de mapas até que o problema seja resolvido", diz o comunicado.

A polícia local notificou a Apple sobre o problema e a empresa informou que já corrigiu o mapa que apresentava a falha.

Problemas nos mapas

Depois de uma série de reclamações dos usuários sobre o seu novo serviço de mapas, que substituiu o Google Maps no iPhone e iPad, a Apple pediu desculpas aos usuários em carta aberta no site da empresa. Entre os problemas apontados pelos usuários está a qualidade inferior dos mapas, erros em informações sobre cidades, como o ocorrido na Austrália, e falta de pontos de interesse.

Além das desculpas públicas, o CEO da Apple recomendou na carta que os usuários utilizem aplicativos de mapas desenvolvidos por concorrentes, como Microsoft, Google e Nokia, no iPhone, enquanto a Apple melhora a qualidade de seu serviço de mapas. Segundo a Apple, mais de 100 milhões de pessoas já utilizavam o novo aplicativo de mapas do iOS 6, apenas duas semanas após o lançamento.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.