Tablet de 7,9 polegadas da Apple deve corresponder à metade dos iPads vendidos em 2013 pela Apple, de acordo com a consultoria NPD

O iPad Mini, versão menor do tablet da Apple com tela de 7,9 polegadas, pode superar as vendas do iPad 3 e 4 (os dois modelos com tela Retina Display) em breve. De acordo com a consultoria NPD, a expectativa da Apple era de vender 6 milhões de unidades do iPad Mini em 2012, mas as vendas podem ser maiores.

Em 2013, a NPD estima que o iPad Mini deve representar cerca de 50% das vendas de iPads em todo o mundo. No total, a Apple deve vender cerca de 100 milhões de unidades do produto no ano que vem.

Veja imagens do lançamento do iPad Mini pelo mundo

Segundo David Hsieh, analista da NPD, a expectativa acabou sendo baixa e a demanda superou as expectativas da empresa. A Apple, diz Hsieh, pediu que os fabricantes de displays fabricassem mais de 12 milhões de telas para a versão melhor do tablet, somente no quarto trimestre de 2012.

"O iPad Mini está, aparentemente, vendendo melhor que o novo iPad 4", disse o analista em entrevista ao site Cnet. "Parece que as pessoas gostam do tamanho, porque é mais leve e fácil de carregar." As vendas do produto são altas, mesmo o iPad Mini oferecendo uma tela com resolução menor que a do iPad 4.

O iPad Mini pesa apenas 308 gramas, metade do peso do iPad atual, e cabe em uma só mão. Ele possui processador A5 com dois núcleos, câmera de 5 megapixels, além de câmera frontal de alta resolução (HD) para videochamadas, conexão Wi-Fi e terá modelos compatíveis com redes 4G ou LTE. Nos EUA, o produto custa a partir de US$ 329 (cerca de R$ 660).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.