Em meio à crise, fabricante dos smartphones BlackBerry terá que pagar quantias não reveladas à Nokia

Reuters

HELSINQUE - A Nokia fechou acordo de patentes com a Research in Motion (RIM) em troca de pagamentos da fabricante do BlackBerry. Os termos do acordo não foram revelados, mas a Nokia informou que incluem uma quantia a ser registrada no quarto trimestre a ser paga pela RIM.

A Nokia é uma das maiores detentoras de patentes da indústria, tendo investindo 45 bilhões de euros (US$ 60 bilhões) em pesquisa e desenvolvimento nas últimas duas décadas.

A empresa tem tentado aproveitar este legado para assegurar sua sobrevivência, em meio a uma queda nas vendas e do caixa. A companhia finlandesa tem batalhado para recuperar o terreno perdido no lucrativo mercado de celulares inteligentes para empresas como a Apple e Samsung.

O acordo com a RIM encerra todos os processos sobre patentes entre as duas empresas, informou a Nokia, afirmando que disputas semelhantes com HTC e ViewSonic continuam.

A Nokia fatura cerca de 500 milhões de euros por ano com royalties de patentes em áreas importantes da tecnologia de comunicações móveis.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.