Juiz que decidirá caso não informou motivo do adiamento da audiência, que deve ser realizada somente um ano após data original

Uma corte da Nova Zelândia decidiu, na última quinta-feira (20), que o julgamento do processo de extradição de Kim DotCom será adiado para agosto de 2013. Em julho, o juiz já havia adiado a audiência , que seria realizada em para agosto, para 25 de março do ano que vem. Com o segundo adiamento, o julgamento do caso será realizado um ano após a data original.

DotCom homenageia seguidores do Twitter
Reprodução/Instagram
DotCom homenageia seguidores do Twitter

DotCom foi preso em janeiro de 2012 sob acusações de fazer pirataria online e lavagem de dinheiro com seu site de compartilhamento de arquivos Megaupload.

Em uma megaoperação que envolveu a polícia da Nova Zelândia e o Federal Bureau of Investigation (FBI), dos Estados Unidos, os EUA prenderam os responsáveis pelo site e pediram a extradição de DotCom.

A informação sobre o segundo adiamento foi divulgada por um porta-voz dos advogados de DotCom, segundo a agência de notícias AFP. Contudo, ele não informou o motivo da postergação. Após o primeiro adiamento, a Justiça da Nova Zelândia justificou a decisão afirmando que o FBI precisava oferecer mais evidências contra DotCom para que ele fosse extraditado.

Atualmente, DotCom vive livremente na Nova Zelândia. Ele chegou a ser proibido de usar a internet durante algum tempo, mas depois que teve o acesso liberado, já desenvolveu um novo projeto, chamado Mega . O serviço de compartilhamento de arquivos que substituirá o Megaupload criptografará os arquivos no momento do envio, para evitar que o site seja responsabilizado pelo conteúdo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.