Com previsão de chegada até junho, Xperia ZQ será menor que o Xperia Z, lançado durante a feira, e não será à prova d'água

A Sony começará a vender no Brasil, ainda no primeiro semestre, uma versão do smartphone Xperia Z , lançado nesta segunda-feira (7) na Consumer Electronics Show 2012. O produto, que será chamado de Xperia ZQ, será fabricado no Brasil e possui características parecidas com o Xperia Z, exceto por uma das características principais: a versão brasileira não será à prova d'água. A empresa não divulgou o preço sugerido do smartphone.

LEIA TAMBÉM:
Sony revela TV OLED de 56 polegadas com resolução Ultra HD

Xperia Z, novo smartphone da Sony, ganhará versão para o Brasil chamada Xperia ZQ
Reuters
Xperia Z, novo smartphone da Sony, ganhará versão para o Brasil chamada Xperia ZQ

Além de ficar sem a resistência à água, o Xperia ZQ terá um design um pouco diferente da versão americana. Em vez de uma tela de 5 polegadas como o Xperia Z, o ZQ será um pouco menor e o tamanho total da frente do aparelho será de 5 polegadas. Segundo a Sony, a tela do produto ocupará 75% do espaço disponível na parte frontal do ZQ.

A Sony decidiu adaptar o produto para o Brasil após realizar uma pesquisa com consumidores brasileiros. Eles compararam os modelos Xperia Z e Xperia ZQ e a maioria indicou que preferia o tamanho, design e funcionalidades do modelo Xperia ZQ. Uma das preferências dos usuários foi o tamanho aparelho que, apesar de menor, oferece uma tela maior.

O novo smartphone da Sony oferece processador Snapdragon S4 com quatro núcleos, o mais recente lançado pela Qualcomm, câmera de 13 megapixels, e roda o sistema operacional Android 4.1 ou Jelly Bean. O produto suporta tecnologia NFC (Near Field Communications), o que permite fazer streaming de som para caixas acústicas e fones de ouvido compatíveis com apenas um toque.

Segundo a Sony, o Xperia Z e o Xperia ZQ possuem uma nova tecnologia de economia de bateria que, quando ativada, reconhece quando a tela está apagada e também fecha os aplicativos abertos, quando eles não estão sendo em uso. O novo recurso, segundo a empresa, faz a bateria do celular durar até quatro vezes mais.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.