Facebook testa novos patamares de preço nos EUA para entregar mensagens de usuários da rede social a pessoas que não fazem parte de sua rede de amigos

O Facebook pode cobrar aos usuários US$ 100 para enviar uma mensagem privada para Mark Zuckerberg, CEO da rede social, caso a pessoa não esteja em sua rede de amigos. A descoberta, feita por um repórter do site Mashable , demonstra que o Facebook quer ampliar rapidamente a receita que pode obter por meio de seu novo sistema de envio de mensagens , anunciado no final de dezembro de 2012.

Repórter do site Mashable descobriu exigência de pagamento de US$ 100 para entregar mensagem a Zuckerberg
Reprodução
Repórter do site Mashable descobriu exigência de pagamento de US$ 100 para entregar mensagem a Zuckerberg

Nos testes do site, o valor era cobrado apenas quando o usuário que queria enviar a mensagem não era um dos mais de 16 milhões de seguidores do perfil de Mark Zuckerberg na rede social. O alto valor cobrado pode indicar também que o Facebook pretende estabelecer valores diversos para a entrega de uma mensagem, de acordo com a popularidade do usuário na rede social. "Estamos testando alguns preços extremos para verificar o que funciona para bloquear spam", disse um porta-voz da rede social ao Mashable.

O sistema ainda está em testes e disponível apenas nos Estados Unidos e permite que os usuários paguem para garantir que mensagens importantes sejam entregues a usuários que não fazem parte de sua rede de amigos. Contudo, até o momento, o Facebook anunciou que o preço a ser pago por mensagem enviada a estranhos seria de US$ 1.

O pagamento de mensagens acompanha o lançamento de novos filtros para mensagens trocadas por meio da rede social. Os usuários poderão escolher entre dois filtros flexíveis: o básico, que mostra as mensagens enviadas por amigos e pessoas que o usuário pode conhecer; e o rigoroso, que mostra apenas mensagens de amigos e joga as outras mensagens para uma pasta chamada "Outros".

O custo da mensagem, segundo o Facebook, ajudará a evitar que pessoas ou marcas utilizem o recurso para enviar mensagens de spam para os usuários da rede social. "Vários pesquisadores já notaram que impor um custo financeiro ao remetente pode ser a forma mais efetiva de desencorajar o envio de mensagens de spam e facilitar a entrega de mensagens que são relevantes", disse o Facebook ao site.

    Leia tudo sobre: facebook
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.