Maior feira de tecnologia do mundo ainda apresentou novos chips para smartphones e tablets, a invasão dos "phablets" e novos computadores com Windows 8

A Consumer Electronics Show (CES) 2013 acabou na última sexta-feira (11) e, ao contrário dos anos anteriores, não apresentou tendências bem definidas de para onde a indústria dos eletroeletrônicos irá durante este ano. Os milhares de visitantes que passaram pelos corredores da feira viram diversas experiências dos fabricantes, principalmente de produtos como TVs e computadores, para tentar ganhar a atenção dos consumidores, num momento em que os dispositivos móveis são objetos de desejo. Confira abaixo alguns destaques da feira:

alt Ultra HD foi a palavra da moda durante a feira" /
Reuters
Modelo promove TV da Samsung na CES 2013 Ultra HD foi a palavra da moda durante a feira

3D "desaparece"

As TVs foram o grande destaque da CES: os fabricantes mudaram a estratégia, adotada até a CES 2012 , de elevar o suporte à imagens em 3D como grande diferencial das novas TVs. Por isso, muita gente considera que o 3D "morreu" na CES 2013. A tecnologia continua presente nos modelos mais avançados de TVs, mas deixaram de ser continuamente reverenciadas pelos fabricantes como o principal diferencial das novas TVs.

"A indústria aprendeu após apenas dois anos que os consumidores não desejam colocar óculos de US$ 100 para assistir TV", escreve David Pogue, colunista de tecnologia do jornal The New York Times. "E os consumidores aprenderam rápido que existe muito, muito pouco para assistir em 3D."

Ultra HD vira moda

Na CES 2013, o argumento mudou para fazer com que consumidores decidam trocar suas TVs de tela fina e paguem mais por isso. Os fabricantes apresentaram novas TVs com resolução Ultra HD ou 4K , que oferecem imagens com quatro vezes mais qualidade que as atuais TVs com resolução full HD (1080p). Tamanha qualidade de imagem ainda é exagero, já que o conteúdo criado com qualidade Ultra HD ainda é inexistente.

Entre os grandes fabricantes, a Sony é quem aposta mais pesado na nova tecnologia. A empresa japonesa dedicou a área nobre do seu estande na CES para as TVs Ultra HD. Em 2013, a empresa lançará TVs Ultra HD com tamanhos de 55 e 65 polegadas, além do tamanho de 84 polegadas lançado no final do ano passado . Assim como a Sony, a LGPanasonic , Samsung , Sharp, Toshiba e TCL também apresentaram novas TVs Ultra HD na CES 2013.

A LG apresentou na CES 2013 um protótipo de TV OLED com tela curva
Divulgação
A LG apresentou na CES 2013 um protótipo de TV OLED com tela curva

TVs conectadas e OLED evoluem

As experiências das fabricantes de TVs não pararam no Ultra HD. Os visitantes da feira puderam ver também, nos estandes da LG e da Samsung, as primeiras TVs OLED (diodo emissor de luz orgânico, na sigla em inglês) com tela curva .

O grau de curvatura é pequeno e apenas nas laterais da TV, mas, segundo os fabricantes, isso ajuda o usuário a ter uma experiência mais imersiva ao assistir filmes. TVs com tela OLED de 56 polegadas também foram apresentadas pela Sony e Panasonic.

Outra novidade das TVs, em especial aquelas que possuem conexão de internet, é a possibilidade de personalizar a TV para cada morador da casa. Por meio do reconhecimento facial, por exemplo, alguns modelos de TV da Panasonic poderão personalizar a tela inicial do usuário, com seus aplicativos e funções mais utilizadas. No caso da Samsung, a TV sugere programas para o usuário, após monitorar o tipo de conteúdo que ele consome diariamente.

Computadores

Após o pior quarto trimestre para as vendas de PCs nos últimos cinco anos, os fabricantes usaram a CES 2013 para mostrar que ainda têm poder de fogo contra o avanço dos dispositivos móveis, como smartphones e tablets. Nos estandes dos grandes fabricantes, bem como de fabricantes de chips como NVidia e Intel, os visitantes puderam conferir novos modelos de ultrabooks, desktops tudo-em-um e híbridos de notebook e tablet.

Windows 8 foi onipresente na CES 2013 em híbridos de notebook e tablet, ultrabooks e desktops tudo-em-um
ig
Windows 8 foi onipresente na CES 2013 em híbridos de notebook e tablet, ultrabooks e desktops tudo-em-um

Em todos eles a nova versão do sistema operacional da Microsoft, o Windows 8, estava presente. A Microsoft foi onipresente na feira de tecnologia, apesar de ter anunciado, em 2012, o fim de sua participação oficial da CES : a partir deste ano, a empresa não teve estande na feira, assim como a Apple e o Google, e cedeu a palestra de abertura da CES para a Qualcomm. Apesar disso, Steve Ballmer, CEO da Microsoft, fez uma aparição "surpresa" para promover o tablet Surface e os smartphones com Windows Phone 8.

"Phablets"

Uma das tendências do evento também foi a invasão dos "phablets" , híbridos de smartphone e tablet, similares ao pioneiro Galaxy Note , fabricado pela Samsung. Nos estandes e apresentações das empresas na CES, os visitantes puderam ver vários exemplares de smartphones com telas de 5 polegadas, como o Xperia Z da Sony, e até de 6.1 polegadas, o gigante Ascend Mate , da Huawei.

Ascend Mate: o
Reuters
Ascend Mate: o "phablet" gigante da Huawei, com tela de 6.1 polegadas

Além dos "phablets", as fabricantes lançaram outros modelos de smartphones, com uma marca em comum: a maior parte deles chegará ao mercado com processadores poderosos, com até quatro núcleos, o que permite mais rapidez e menor consumo de bateria.

As maiores fabricantes de chips para dispositivos móveis, NVidia e Qualcomm , também anunciaram novas versões de seus processadores.

A novidade foi o anúncio da Intel , que anunciou a segunda geração do chip Atom para dispositivos móveis. Agora, ele oferece o dobro da capacidade da versão anterior do chip da Intel, que contava com apenas um núcleo. O novo chip estreou no smartphone K900 , fabricado pela Lenovo, que ainda não tem previsão de disponibilidade.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.