Evento de dois dias será realizado em duas cidades americanas e apresentará nova API para desenvolvedores interessados em criar aplicativos para o Project Glass

O Google anunciou nesta terça-feira (15) que promoverá a primeira maratona de programação, conhecida popularmente como hackaton, focada no Project Glass, projeto do Google focado na criação de um óculos com sistema operacional Android. O evento será realizado nas cidades de Nova York (1 e 2 de fevereiro) e San Francisco (28 e 29 de janeiro), nos Estados Unidos.

LEIA TAMBÉM:
Google apresenta protótipo de óculos com Android
Conheça o Google X, o laboratório secreto do Google

De acordo com engenheiros do Google, que fizeram um vídeo para anunciar a maratona de programação, o encontro será direcionado a alguns desenvolvedores selecionados, que estão inscritos no programa de desenvolvimento do Project Glass, desde o anúncio do produto em 2012. Os desenvolvedores selecionados receberão um comunicado por e-mail com o convite para o hackaton.

Sergey Brin, cofundador do Google, mostra os óculos com Android no palco do Google I/O
Reuters
Sergey Brin, cofundador do Google, mostra os óculos com Android no palco do Google I/O

Durante o evento, engenheiros do Google afirmam que apresentarão a nova interface de programação de aplicativos (API), chamada Mirror, que permitirá que os desenvolvedores criem novos aplicativos para funcionar nos óculos com Android. No evento, que terá duração de dois dias, os profissionais convidados também terão a oportunidade de conhecer melhor o dispositivo.

Na conferência anual para desenvolvedores do Google, o Google I/O, do ano passado, a empresa anunciou que os óculos com sistema Android seriam vendidos para desenvolvedores com interesse em criar novos aplicativos para a plataforma. O preço do produto, no entanto, é de US$ 1.500 (cerca de R$ 3,1 mil). O Google ainda não divulgou quando os óculos com Android começam a ser vendidos para usuários comuns.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.