Novo dispositivo pode permitir projeção de um teclado no braço do usuário ou outras superfícies e uso da câmera para reconhecer teclas pressionadas

Google registra patente de projetor para óculos com Android
Reprodução
Google registra patente de projetor para óculos com Android

O Google pode integrar, no futuro, um mini-projetor aos óculos com sistema operacional Android desenvolvido por meio do Project Glass. A ideia, que permitiria que o óculos projetasse teclados no braço do usuário ou em outras superfícies, foi registrada pelo Google no escritório de marcas e patentes dos Estados Unidos.

Após projetar o teclado, diz o documento de registro da patente, a câmera embutida no óculos identificaria as teclas pressionadas pelo usuário e transformaria essas imagens em comandos para o sistema operacional ou aplicativo.

Google Glasses

Os óculos com Android fo Google foram apresentados pela primeira vez em abril de 2012. O produto, contudo, só está disponível para desenvolvedores e custa cerca de R$ 3,1 mil. O Google ainda não divulgou quando o produto será lançado para usuários comuns.

O protótipo apresentado pelo Google tem uma pequena tela transparente que fica localizada logo acima de um dos olhos. Os óculos podem fazer streaming de informações para a tela, como mensagens recebidas, mapas e outras informações, que podem ser acionadas por meio de comandos de voz. Os óculos também serão equipados por uma câmera para filmar e fotografar.

Os internautas podem ver informações relacionadas ao que estão fazendo ao usar os óculos: ao olhar pela janela de manhã, por exemplo, o óculos mostraria informações sobre a previsão do tempo. Ao receber uma mensagem de um amigo, bastaria responder em voz alta, que o sistema enviaria uma mensagem de resposta ao amigo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.