Motivos, segundo Kim DotCom, incluem falta de política para retirada de links do ar e visual parecido com o do site do Mega, o que poderia confundir usuários

O Mega, novo sistema de compartilhamento de arquivos que substituiu o Megaupload, bloqueou os acessos de um site de busca francês ao seu banco de dados nesta sexta-feira (1º/02). O Search-mega.me permitia que os usuários encontrassem links para baixar arquivos a partir do Mega. Contudo, por destacar vários links de conteúdos que violavam direitos autorais, o Mega decidiu cortar a conexão do site.

Kim DotCom, no quintal de sua mansão na Nova Zelândia, lançou o Mega em janeiro
Getty Images
Kim DotCom, no quintal de sua mansão na Nova Zelândia, lançou o Mega em janeiro

Segundo o site TorrentFreak , a interrupção do acesso da busca ao site ocorreu, pois o Mega ficou preocupado com com a atenção da imprensa, que destacava que o serviço hospedava diversos arquivos que infringiam direitos autorais. Além disso, o Mega recebeu diversas reclamações dos detentores dos direitos autorais que encontraram cópias de seus arquivos no site nos últimos dias.

Além disso, segundo Kim DotCom , fundador do Mega, a nova busca não funcionava de acordo com as condições do Mega. O site não tinha nenhuma política de retirada de links, o que poderia prejudicar o Mega, já que o link continuaria a aparecer na busca mesmo após ser retirado do ar, se uma notificação da Justiça com base no Digital Millenium Copyright Act (DMCA) fosse enviada ao Mega.

Outro fator que motivou o boicote à busca foi o logotipo, bastante similar ao do Mega, o que poderia sugerir aos internautas que o acessassem de que ele teria algum tipo de parceria com o serviço de DotCom. "Recebemos alguns e-mails de detentores de direitos autorais que diziam que a busca não tinha um procedimento para retirada de links do ar e perguntando o que iríamos fazer. Quando enfrentamos uma situação assim temos que agir", disse DotCom, ao site.

Segundo o Mega, as ferramentas de busca integradas com o banco de dados do site não estão banidas. Contudo, elas não devem ter um design parecido com o do Mega, para não confundir o usuário, e devem criar uma política para retirada de links. Por conta disso, outras buscas, como o FilesTube, não devem ser impactados pelas regras do Mega. Este site é o maior site de buscas no banco de dados do Mega atualmente.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.