Segundo Pew Research Center, falta de tempo ou interesse no site e incômodo com excesso de fofocas dos amigos são principais razões para deixar de acessar site por algum tempo

Um novo estudo do Pew Research Center mostra que mais da metade dos entrevistados já deixou de acessar o Facebook por algumas semanas voluntariamente. Segundo a entidade, que conduz diversos estudos relacionados ao uso da internet nos Estados Unidos, os 61% das pessoas consultadas alegaram uma série de motivos para não acessar o site, entre eles a falta de interesse no serviço.

LEIA TAMBÉM:
Clínica virtual propõe reabilitar viciados no Facebook
10 sinais revelam o viciado em redes sociais

Maior parte dos usuários do Facebook afirma ter deixado a rede social por um tempo
Reprodução
Maior parte dos usuários do Facebook afirma ter deixado a rede social por um tempo

A maior parte das cerca de 1 mil pessoas entrevistadas em dezembro de 2012 afirmaram que deixaram de acessar o Facebook porque estavam ocupadas com outras tarefas (21%).

Cerca de 10% das pessoas afirmaram que "tiraram férias" do Facebook porque não estão mais interessadas no site, outros 9% citaram o excesso de fofocas dos amigos e 8% estavam preocupados em estar passando muito tempo no site e, por isso, decidiram "dar um tempo". Apenas 4% afirmaram que a decisão estava relacionada à preocupações com a privacidade ou segurança de seus dados.

De acordo com a Pew, 67% dos americanos são atualmente usuários da rede social. No estudo, a entidade afirma que 20% dos adultos que não usam o Facebook atualmente afirmaram que já foram usuários do site, mas decidiram sair. A Pew estima que 8% dos internautas que não usam o Facebook estão interessados em se tornar usuários do Facebook no futuro.

O estudo também aponta que, entre os jovens com idade entre 18 e 29 anos, a maior parte afirma que o tempo gasto no Facebook diminuiu no último ano. No mesmo período, cerca de 23% dos usuários com idade superior a 50 anos também afirmaram que o interesse na rede social diminuiu no mesmo período.

Em entrevista ao jornal The New York Times , Lee Rainie, diretor do Pew Research Center, afirmou que o estudo mostra que as pessoas estão rearranjando sua vida para acomodar novas ferramentas de redes sociais. Segundo ele, os usuários estão começando a se perguntar "o que meus amigos estão fazendo e pensando? O que isso significa para mim?".

    Leia tudo sobre: facebook
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.