Empresa anuncia que concentrará investimentos no site móvel e aplicativo para navegador Chrome, enquanto fortalece aplicativo do Twitter para dispositivos móveis

O aplicativo do TweetDeck, serviço que permite gerenciar diversas contas de Twitter e Facebook, deixará de existir no iPhone e Android no início de maio. Comunicada nesta terça-feira (5) por meio do blog oficial do Twitter, a decisão implicará na retirada dos aplicativos das respectivas lojas de aplicativos, além do fim do aplicativo do serviço para Adobe Air, e fim do suporte à interface de programação de aplicativos (API).

LEIA TAMBÉM:
Como integrar Twitter com Facebook, YouTube e outros serviços

Aplicativo do TweetDeck para Chrome ganhará melhorias, enquanto versão para iPhone e Android será descontinuada
Reprodução
Aplicativo do TweetDeck para Chrome ganhará melhorias, enquanto versão para iPhone e Android será descontinuada

De acordo com o Twitter, que mantém o TweetDeck desde a aquisição do serviço em maio de 2011, o foco do serviço agora será no aplicativo baseado em web criado para o navegador Google Chrome e a versão móvel do site , criada em HTML5.

"Quase dobramos o time do TweetDeck nos últimos seis meses, o que tornou possível a liberação de atualizações semanais", diz a empresa, no blog.

Segundo a empresa, a mudança reflete o uso do TweetDeck e do Twitter nos últimos anos: enquanto os usuários utilizam o cliente de contas de Twitter com maior frequência por meio da web do que a interface original do Twitter, quem acessa o microblog por meio dos dispositivos móveis em geral usa o aplicativo nativo da rede social, seja para iPhone ou Android. "Essa tendência coincide com um grande investimento que estamos fazendo no aplicativo do Twitter, como melhorias na busca e filtros para fotos ."

A empresa afirma que, atualmente, o TweetDeck para Chrome, é o aplicativo que oferece a melhor experiência de usuário do serviço. Por conta disso, os internautas que a utilizarem serão os primeiros a ver novos recursos e a receber atualizações. Essas modificações serão também liberadas para os usuários do aplicativo do TweetDeck para Windows e Mac, com algum atraso.

    Leia tudo sobre: aplicativo
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.