Fundação não aceita uso de mecanismo da Apple para fazer navegador funcionar, em detrimento do desenvolvido para a versão web do Firefox

A Fundação Mozilla não planeja lançar um aplicativo do navegador Firefox para iPhone e iPad, de acordo com Jay Sullivan, vice-presidente de produtos da entidade, enquanto a Apple não mudar suas políticas em relação a navegadores de terceiros. A polêmica acontece em torno do mecanismo usado pelos navegadores no iPhone: a Apple impõe que todos os terceiros adotem o mesmo webkit, mas a Mozilla defende o uso de seu próprio mecanismo.

LEIA TAMBÉM:
FirefoxOS, Ubuntu, Tizen e Sailfish: conheça os novos rivais do iPhone e Android

Mozilla tenta emplacar novo sistema FirefoxOS, ao mesmo tempo em que anuncia que não desenvolverá Firefox para iPhone e iPad
Getty Images
Mozilla tenta emplacar novo sistema FirefoxOS, ao mesmo tempo em que anuncia que não desenvolverá Firefox para iPhone e iPad

Desde o lançamento do iPhone, em 2007, a Mozilla nunca lançou uma versão do Firefox para os dispositivos móveis da Apple. Além do Safari, navegador próprio da Apple, os usuários podem adotar o Google Chrome e o Opera, por exemplo, mas não podem transformá-los no navegador padrão do aparelho.

A Mozilla só oferecia um aplicativo chamado Firefox Home, para sincronizar abas e favoritos, mas ele foi retirado da App Store em setembro do ano passado. O motivo, segundo a empresa, foi o direcionamento de recursos para outros projetos mais importantes.

De acordo com o site Cnet , a Mozilla não quer desenvolver um aplicativo, se não puder levar os mecanismos para rodar javascript e renderizar de páginas que adota no Firefox para web. Se adotar o webkit da Apple, no entanto, os únicos diferenciais do navegador no iPhone e iPad será a interface e recursos, como gestão de favoritos. Até o momento, dentre as grandes empresas, o Google e a Opera se ajustaram às políticas da Apple para oferecer seus navegadores no iPhone e iPad.

Mozilla tenta desbancar Apple

O anúncio de que a Mozilla não pretende investir em uma versão de seu navegador para iPhone e iPad chega no momento em que a fundação ganha apoio no mercado de dispositivos móveis com o FirefoxOS , sistema operacional de código-aberto para smartphones e tablets. Durante o Mobile World Congress 2013, congresso de mobilidade realizado na Espanha no fim de fevereiro, a empresa apresentou, em conjunto com a ZTE, o primeiro smartphone a chegar ao mercado com o novo sistema.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.