Recurso Balance, que já permite criar interfaces separadas para uso corporativo e pessoal em um mesmo aparelho, será oferecida para aparelhos concorrentes

Reuters

TORONTO (Canadá) - A BlackBerry oferecerá tecnologia para separar e proteger dados pessoais e de trabalho em aparelhos móveis acionados pela plataforma Android, do Google, e pelo sistema operacional iOS, Apple, disse a companhia nesta quinta-feira (14).

LEIA TAMBÉM:
Com Z10, BlackBerry mostra que ainda está viva

BlackBerry Z10 tem recurso que permite separar acesso pessoal do corporativo
Getty Images
BlackBerry Z10 tem recurso que permite separar acesso pessoal do corporativo

A nova ferramenta Secure Work Space estará disponível antes do final de junho e será administrada por meio da plataforma BlackBerry Enterprise Service 10, que permite que os governos e empresas que utilizam o BlackBerry coordenem aparelhos usando diferentes sistemas operacionais em suas redes.

O lançamento encorajará grandes clientes a continuarem usando os serviços da BlackBerry a fim de administrar os aparelhos integrados às suas redes, mesmo que os funcionários utilizem esses serviços para aparelhos pessoais, o que poderia criar riscos de segurança.

No competitivo mercado de smartphones, a BlackBerry perdeu terreno para rivais como o iPhone, da Apple, a linha Galaxy, da Samsung, e outros aparelhos baseados no sistema operacional Android.

Para retomar mercado e sair do vermelho, a BlackBerry lançou uma nova linha de smartphones acionados pelo sistema operacional BlackBerry 10, no final de janeiro. A versão de tela de toque, o Z10, está à venda em mais de 20 países, enquanto o Q10, dotado de teclado físico, estará disponível em abril. Os produtos chegam ao Brasil até a metade do ano.

Os novos aparelhos contam com uma ferramenta chamada Balance, que mantém separados os dados pessoais e de trabalho.

O sistema permite que os departamentos de informática administrem o conteúdo empresarial em um aparelho e ao mesmo tempo garantam a privacidade dos usuários, que podem armazenar e usar apps e conteúdo pessoais no mesmo smartphone sem que a companhia tenha como interferir com eles.

Com o Secure Work Space, "estamos estendendo o máximo possível dos recursos da ferramenta (Balance) a outras plataformas", afirmou David Smith, o vice-presidente de computação móvel empresarial da BlackBerry, em comunicado.

A decisão da BlackBerry surge em um momento no qual a Samsung, cuja linha Galaxy conquistou grande popularidade, tenta se tornar uma opção viável para os clientes empresariais, com recursos de segurança como o Samsung Knox e o SAFE, ou Samsung for Enterprise.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.