Novo projeto, segundo fontes do Financial Times, estaria em desenvolvimento na divisão do Android, pois tem potencial para chegar ao mercado antes do Google Glass

O Google pode lançar um relógio de pulso com sistema operacional Android em breve, de acordo com fontes do jornal Financial Times . Fontes do jornal afirmam que, ao contrário do Google Glass, óculos com Android, que é desenvolvido no laboratório Google X , o relógio inteligente estaria em desenvolvimento na divisão do Android, o que pode indicar que o produto tem potencial para chegar ao mercado mais cedo que os óculos.

LEIA TAMBÉM:
Óculos do Google ganham novos concorrentes

O novo produto, de acordo com as fontes, funcionará integrado com smartphones com Android. O produto nada tem a ver com o projeto da Samsung, que também trabalha em um relógio inteligente para a linha Galaxy, que inclui smartphones, tablets e câmeras digitais com o sistema Android. Não há previsão de quando o produto pode chegar ao mercado.

O Google não comentou o assunto, mas o Financial Times afirma que, em 2011, o Google registrou uma patente de um relógio com duas telas e interface sensível ao toque. Além disso, a Motorola, empresa que o Google adquiriu , oferece um produto chamado MotoActv , um dispositivo em forma de cubo, com visual e recursos parecidos com o iPod Nano, e que pode ser usado como relógio de pulso.

O MotoActv vem com fones de ouvido com fio e conta com GPS integrado e aplicativo de mapas, o que permite que o usuário trace rotas para praticar corrida ou mesmo andar de bicicleta. Por meio da conexão Wi-Fi, o aparelho sincroniza as informações do usuário, como gasto de calorias e km percorridos, com um perfil no site MotoActv.

FirefoxOS também em relógios

Além das outras grandes empresas de tecnologia que podem desenvolver um relógio de pulso com Android, a fabricante chinesa Shanda, por meio de sua divisão Guoke, planeja lançar um relógio inteligente em junho, chamado Bambook Smart Watch. Ele poderá ser vendido em duas versões, sendo uma com sistema operacional Android, de acordo com o site TechNode , e outra com sistema FirefoxOS , da Fundação Mozilla. O produto deve custar cerca de US$ 100.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.