Recurso deve ser incluído em breve no serviço de mapas da empresa, que recebeu críticas após o lançamento por qualidade inferior de imagens e erros em informações

A Apple adquiriu a empresa de geolocalização em locais fechados WifiSLAM por cerca de US$ 20 milhões, de acordo com reportagem do jornal The Wall Street Journal . Com a compra, a empresa tenta fortalecer seu serviço de mapas, muito críticado após o lançamento , por conta da qualidade inferior à dos concorrentes e erros em informações contidas nos mapas.

LEIA TAMBÉM:
Após queixas, Apple pede desculpas e recomenda mapas da Apple e do Google

Antes e depois: troca do Google Maps por aplicativo da Apple diminui qualidade dos mapas no iPhone
Reprodução / theamazingios6maps.tumblr.com
Antes e depois: troca do Google Maps por aplicativo da Apple diminui qualidade dos mapas no iPhone

O acordo foi fechado recentamente, segundo fontes do jornal. Por meio de um porta-voz, a Apple  informou apenas que "compra companhias de tecnologia menores de tempos em tempos" e que não divulgará informações sobre planos futuros.

A WifiSLAM foi criada há dois anos e, entre os serviços oferecidos pela empresa, está um sistema que detecta a localização do usuário por meio do sinal da rede Wi-Fi. A empresa oferece a tecnologia para desenvolvedores de mapas para locais fechados, além de empresa que oferecem aplicativos de redes sociais e de varejo.

Se a Apple incluir a tecnologia de mapeamento de mapas de locais fechados em seu serviço de mapas, a empresa concorrerá diretamente com o Google, que oferece uma versão do Google Street View para locais fechados, como ginásios de esportes, shoppings e aeroportos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.