Com lançamento previsto para janeiro deste ano, tablet demora a chegar por divergências entre Google e Asus sobre preço e estratégia de distribuição

Nexus 7 faz sucesso nos Estados Unidos, mas pode não chegar às lojas do Brasil
Getty Images
Nexus 7 faz sucesso nos Estados Unidos, mas pode não chegar às lojas do Brasil

Muito aguardado por fãs de tecnologia, o tablet Nexus 7 , do Google, pode não chegar às lojas brasileiras. O motivo é a divergência entre o Google e Asus, parceiros de fabricação do produto, em relação à estratégia de lançamento do tablet no País. Segundo o iG apurou, a Asus chegou a importar alguns lotes do Nexus 7 para o Brasil, mas desistiu do lançamento por não conseguir chegar a um acordo com o Google em relação ao preço. Consultados pelo iG , Google e Asus não comentaram o assunto.

LEIA TAMBÉM:
Análise: Tablet do Google deixa concorrentes comendo poeira

A Asus ainda não informou oficialmente ao varejo que não entregará as unidades do Nexus 7 encomendadas. Até o momento, a entrega consta como atrasada. “A entrega já devia ter sido feita, mas soubemos que um lote que chegou ao Brasil foi recolhido”, disse um dos varejistas consultados. “A previsão era de que o Nexus 7 fosse vendido a R$ 1.299, mas continuávamos insistindo para que eles derrubassem o preço”, disse a fonte.

Falso lançamento

No final de janeiro, o Nexus 7 “quase” chegou ao Brasil. O produto ficou disponível no site do Magazine Luiza por R$ 1.299, mas foi retirado do site logo depois. Por meio de sua assessoria de imprensa, o Magazine Luiza nega que o produto tenha sido vendido no período em que ficou disponível no site. O produto não chegou a ser exibido em outros sites de comércio eletrônico, nem em lojas físicas, desde o início dos rumores sobre o lançamento no Brasil.

“Esse pseudolançamento foi resultado de uma falha de comunicação entre o Google e o nosso parceiro. Isso não deve voltar a acontecer”, disse Hugo Barra, vice-presidente global da divisão de Android no Google, durante o lançamento do smartphone Nexus 4 , realizado na sede do Google em São Paulo na última quarta-feira (27).

Durante a apresentação, Barra disse que o preço é o principal motivo que impediu a chegada do Nexus 7 até o momento, mas não confirmou o cancelamento da chegada do Nexus 7 ao Brasil. “Não conseguimos chegar a um modelo econômico que fizesse sentido para o produto no Brasil, simplesmente chegava muito caro. Não sabemos se será lançado”, disse o executivo.

Preço baixo é atrativo nos EUA

Lançado em junho de 2012, durante a Google I/O, conferência anual do Google para desenvolvedores, o Nexus 7 é considerado um tablet de baixo custo quando comparado com concorrentes como o iPad Mini e o Galaxy Note 8.0. O modelo mais básico (16 GB) custa US$ 199 (cerca de R$ 400) nos Estados Unidos, contra US$ 329 (cerca de R$ 660) do iPad Mini. O Galaxy Note 8.0 chega este mês ao Brasil, por R$ 1,5 mil.

Conheça os celulares e tablets da linha Nexus

O Nexus 7, apesar do preço baixo nos EUA, possui configurações avançadas, como tela de 7 polegadas com resolução de 1.280 x 800 pixels protegida por vidro ultrarresistente e processador Tegra 3 de quatro núcleos. O produto oferece uma única câmera frontal, conexão Wi-Fi, Bluetooth e suporte à NFC, tecnologia que permite transferir arquivos e fazer pagamentos com o celular ou tablet.

Além do tablet Nexus 7, o Google vende nos EUA e em outros países o Nexus 10, tablet desenvolvido em parceria com a Samsung. O produto possui tela de 10 polegadas, com resolução de 2.560 x 1.600 pixels, e roda a versão mais recente do Android (4.2 ou Jelly Bean). O produto está à venda por US$ 399 (cerca de R$ 807) na versão de 16 GB, mas não há previsão de lançamento no Brasil.

Asus muda estratégia no Brasil

Enquanto o Nexus 7 fica parado no estoque, outro tablet da Asus começa a chegar às lojas de varejo de todo o País, com preço de R$ 700. Na semana passada, a empresa anunciou, em evento em São Paulo, a chegada do MemoPad . “A Asus simplesmente parou de correr atrás e está trazendo seus próprios tablets, sem Google, para o Brasil”, disse uma fonte próxima às negociações, ao iG .

O tablet é parecido com o Nexus 7, mas possui configurações mais modestas: a tela também é de 7 polegadas, mas oferece resolução menor, de 1.024 x 600 pixels. No caso do processador, o chip NVidia Tegra 3 de quatro núcleos dá lugar ao um chip de 1 GHz da VIA, com unidade de processamento gráfico (GPU) independente. O tablet roda sistema operacional Android, na versão 4.1 (Jelly Bean).

O MemoPad será vendido em três opções de cores (cinza, branco e rosa) e memória de 8 GB, expansível com cartão de memória microSD de até 32 GB. Assim como o Nexus 7, ele oferece apenas uma câmera, frontal, para videochamadas. A Asus também deve lançar, nos próximos meses, o tablet VivoPad , com Windows RT, tela de 10,1 polegadas e chip Intel Atom, o que reforçará a oferta de tablets próprios da empresa no Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.