Smartphones com telas entre 3,5 polegadas e 4,9 polegadas são maioria em todo o mundo, com 69% dos aparelhos analisados em pesquisa da Flurry

Os híbridos de smartphone e tablet, conhecidos como "phablets", representam uma pequena parte do total em todo o mundo, de acordo com novos dados da Flurry. Com base em mais de 2 mil aparelhos identificados no último mês, a empresa identificou que os dispositivos móveis com tela entre 5 polegadas e 6,9 polegadas, categoria que inclui o Galaxy Note II, da Samsung , e o Grand Memo, da ZTE .

LEIA TAMBÉM:
Conheça os "phablets", smartphones com telas grandes

Grand Memo, smartphone da ZTE com Android e tela de 5,7 polegadas
Claudia Tozetto/iG
Grand Memo, smartphone da ZTE com Android e tela de 5,7 polegadas

A maioria do mercado global de celulares, de acordo com análise da Flurry, está concentrada na categoria de telas com tamanho entre 3,5 polegadas e 4,9 polegadas -- que inclui smartphones populares da maioria dos grandes fabricantes, como o iPhone 5, da Apple, o Lumia 920, da Nokia, e o Galaxy S III, da Samsung.

Segundo a Flurry, 72% dos usuários ativos de smartphones possuem aparelhos com este tamanho de tela; eles também representam 76% das sessões de aplicativos registradas.

Os smartphones com este tamanho de tela são 70% dos modelos com Android registrados pela Flurry e 74% dos modelos com sistema da Apple (iPhone). No caso do BlackBerry, os aparelhos com tela menor que 3,5 polegadas ainda são maioria, com 70% do total.

No caso dos "phablets", a categoria ainda é nova, por isso a participação de mercado desses aparelhos em relação ao total ainda é tão pequena. Não é possível prever, no entanto, se esses aparelhos híbridos de smartphone e tablets se tornarão mais populares no futuro ou ficarão restritos a um nicho de consumidores. Os dados da Flurry também mostram que os "phablets" representam 3% do total de usuários ativos e 3% das sessões de aplicativos registradas.

Atividade é maior em tablets

O estudo da Flurry também considera os tablets, que são mais populares em suas versões com telas com tamanho maior que 8,5 polegadas. Eles representam apenas 7% do total de dispositivos móveis analisados pela empresa, mas surpreendem quando o assunto é sua representação no número de usuários ativos e sessões de aplicativos registradas, que é de 13% em ambos os casos.

"Os tablets grandes são ideais para usar aplicativos e apresentam um porcentagem desproporcionalmente alta de sessões de aplicativos. Eles também tendem a ter mais usuários por modelo de dispositivo, já que esta faixa de aparelhos é dominada pelo iPad", diz Mary Ellen Gordon, responsável pelo estudo da Flurry.

O iPad representa 24% de todos os dispositivos com sistema operacional iOS analisados pela Flurry, enquanto que, no caso do Android, os tablets representam apenas 2% do total.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.