Marca foi alcançada um ano após Instagram deixar de ser um serviço exclusivo para usuários de iPhone e lançar uma versão para aparelhos com o sistema do Google

O Instagram , serviço de compartilhamento que permite que usuários adicionem filtros às fotos tiradas com o celular, anunciou nesta quinta-feira (4) que os donos de smartphones com sistema operacional Android já representam metade dos usuários do serviço em todo o mundo. A informação chega um ano após o Instagram deixar de ser um serviço só para iPhone e ganhar uma versão para Android .

LEIA TAMBÉM:
Twitter lança filtros fotográficos para combater Instagram
Brasileiros fazem fortuna com novas ideias na internet

Um ano após lançamento do aplicativo, Android representa 50% dos usuários do Instagram
Reprodução
Um ano após lançamento do aplicativo, Android representa 50% dos usuários do Instagram

O serviço, criado pelo brasileiro Mike Krieger e pelo americano Kevin Systron, começou a ser desenvolvido em maio de 2010. Desde o início, ele foi pensado para ser utilizado por meio de smartphones e tablets, mas ficou restrito ao iPhone até abril de 2012. O Instagram passou muito tempo sem uma versão para web, mas agora já é possível visualizar as fotos por meio da web no computador.

O serviço foi adquirido pelo Facebook há um ano, logo depois de lançar sua versão para Android, que foi baixada por mais de 1 milhão de pessoas no primeiro dia. "Estamos trabalhando duro para tornar o aplicativo mais rápido e fácil de usar e estamos dedicados a sempre trazer a melhor experiência possível", disse Philip McAllister, da equipe do Instagram, no blog oficial.

Em fevereiro, o Instagram anunciou ter ultrapassado a marca de 100 milhões de usuários ativos em todo o mundo. Com isso, o serviço se consolidou como um dos serviços mais populares da web, ficando atrás somente de outros como Twitter, Facebook e Google. O número pode ser considerado ainda mais expressivo, já que inclui somente usuários de celulares -- a base de usuários dos outros serviços citados inclui também o acesso por meio da web.

Polêmica sobre privacidade

A popularidade do serviço, no entanto, trouxe complicações à empresa em relação à privacidade. No final de 2012, o Instagram foi alvo de duras críticas após uma mudança nos termos de uso . As alterações davam ao Instagram mais direitos sobre as fotos dos usuários e sugeriam que o serviço poderia usar fotos dos usuários em campanhas publicitárias.

A forte reação dos usuários levou o Instagram a recuar e anular os novos termos de serviço . Alguns usuários chegaram a afirmar que abandonariam o serviço. Essa atitude, porém, parece ter sido restrita a um grupo pequeno de pessoas e não afetou o crescimento do serviço.

    Leia tudo sobre: instagram aplicativo
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.