Segundo previsão da IHS iSupply, vendas de netbooks cairão 72% em 2013 e, por conta da baixa demanda, produto deve desaparecer das lojas em 2015

Os netbooks, computadores em tamanho menor que os notebooks, mais leves e com preço baixo, devem "morrer" em 2015, de acordo com um novo estudo da consultoria IHS iSupply. As vendas do produto, que chegaram a 32 milhões de unidades em 2010, ano em que o iPad foi lançado, ficarão em torno de 3,97 milhões em 2013. Em 2015, a consultoria prevê que a venda do produto seja encerrada.

LEIA TAMBÉM:
Fabricantes apostam em híbridos de tablets e notebooks

Criado para ser opção entre PC e celular, netbook perdeu lugar para tablet na preferência do consumidor
Flickr/Mario Sánchez Prada
Criado para ser opção entre PC e celular, netbook perdeu lugar para tablet na preferência do consumidor

A previsão de vendas para 2013, segundo a consultoria, significará uma queda de 72% nas vendas globais de netbooks, que chegaram a 14,1 milhões de unidades vendidas em 2012.

A categoria de netbooks, que pretende ser a opção intermediária entre notebooks e smartphones, sofre pressão por conta da crescente popularidade dos tablets, que são uma alternativa mais interessante para os usuários que procuram mobilidade. Os netbooks também enfrentaram queda nos preços após o lançamento dos primeiros tablets.

De acordo com a IHS iSupply, a queda na venda de netbooks será acentuada também em 2014, quando os fabricantes devem vender apenas por volta de 250 mil unidades. A consultoria prevê que os fabricantes não venderão nenhuma unidade de netbook em 2015, mas não confirma se a demanda pelo produto será nula ou se os fabricantes optarão por retirar o produto do mercado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.