Nova versão do sistema acelerou vendas da empresa, que estavam estagnadas até então, mas ainda representa somente 7,5% do total de tablets vendidos no mundo

Um novo estudo da consultoria Strategy Analytics mostra que a a Microsoft começou a ganhar participação no mercado de tablets após o lançamento do Windows 8. A empresa fechou o primeiro trimestre de 2012 com 7,5% dos tablets vendidos em todo o mundo, o que ainda representa pouco em relação a outras plataformas, como iOS e Android. Contudo, trata-se do primeiro crescimento da empresa no período entre outubro de 2011 e março de 2013.

LEIA TAMBÉM:
Fique por dentro do Windows 8

Tabela da Strategy Analytics mostra total de tablets com cada sistema vendidos no primeiro trimestre e participação de mercado
Reprodução
Tabela da Strategy Analytics mostra total de tablets com cada sistema vendidos no primeiro trimestre e participação de mercado

De acordo com o estudo, cerca de 3 milhões de tablets com sistema operacional Windows foram vendidos no primeiro trimestre de 2013. O número inclui o Surface e o Surface Pro, fabricados pela própria Microsoft, além de modelos de tablets de fabricantes como Acer e Lenovo.

O número é muito superior aos 400 mil tablets com Windows vendidos no terceiro trimestre de 2012, antes do lançamento da nova versão do Windows.

No mesmo período, o mercado mundial de tablets, de acordo com a Strategy Analytics, cresceu de 25 milhões de unidades para 41 milhões de unidades, o que representa alta de 64% nas vendas.

Android acirra disputa contra iPad

De acordo com o estudo, a Apple continua na liderança do mercado de tablets no terceiro trimestre de 2013, com 48,2% do mercado. A empresa vendeu 19,5 milhões de unidades de tablets (iPad e iPad Mini) no primeiro trimestre, contra 11,8 milhões de unidades no mesmo período do ano passado, um crescimento de 65% nas vendas.

No mesmo período, no entanto, o número de tablets com Android vendidos apresentou crescimento superior, de 175%. O sistema do Google esteve presente em 17,6 milhões de tablets de diferentes fabricantes vendidos no primeiro trimestre de 2013. O desempenho colocou o Google no segundo lugar do ranking de maiores fabricantes de tablets, com 43,4% do mercado, o que o coloca muito próximo da primeira posição.

A Apple, apesar do crescimento de 65% nas vendas de tablets, perdeu participação de mercado no mesmo período: a empresa representava 63,1% das vendas desses produtos em todo o mundo no primeiro trimestre de 2012 e agora representa 48,2% do total.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.