Queda do mercado de PCs e taxa cambial foram algumas das causas da queda

O Brasil encerrou o ano de 2012 com 4,1 milhões de impressoras vendidas, uma queda de 17,6% em relação ao ano anterior. A consultoria IDC, responsável pelo estudo, analisou impressoras dos tipos jato de tinta, laser e matricial.

Segundo Diego Silva, analista de mercado do IDC, fatores como aumento da taxa cambial, adiamento de investimentos do governo e cautela do setor corporativo influenciaram na queda. Do total de impressoras comercializadas em 2012, 74,5% foram de jato de tinta, 24,6% de tecnologia laser e apenas 1% do tipo matricial.

De acordo com Silva, o mercado de impressoras de jato de tinta foi o mais impactado, sofrendo uma retração de 21,3% em relação a 2011. Já o mercado de impressoras laser sofreu queda de 4,8% e o de aparelhos matriciais caiu 3,7%. Para 2013, a IDC espera um pequeno crescimento no mercado de equipamentos de impressão, chegando à marca de 4,2 milhões de unidades comercializadas. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.