Mudança faz parte da estratégia da Apple de tirar serviços de seu principal concorrente do iPhone e do iPad; Mudança representa conquista para outra rival, a Microsoft

Com o turbilhão de novidades anunciadas pela Apple nesta segunda-feira (10), durante o WWDC 2013, sua conferência anual para desenvolvedores, uma mudança passou quase que despercebida. O aplicativo de assistente pessoal, o Siri, além de "falar" alemão e francês no iOS 7 , também passará a usar o Bing em vez do Google, como mecanismo de busca padrão para encontrar respostas para as dúvidas dos usuários.

LEIA TAMBÉM:
Apple anuncia iOS 7, maior mudança no sistema desde o lançamento do iPhone
Veja fotos dos lançamentos da Apple durante o WWDC 2013

iOS 7, sistema para dispositivos móveis da Apple, traz Siri com Bing como seu mecanismo de busca padrão
Divulgação
iOS 7, sistema para dispositivos móveis da Apple, traz Siri com Bing como seu mecanismo de busca padrão

Até agora, a Apple adotava o Google como busca padrão para todos os recursos do sistema operacional iOS, como o navegador Safari, a busca interna do sistema e também no Siri. A empresa não informou se a substituição vale também para as outras buscas realizadas pelo iOS fora do Siri.

O usuário pode, atualmente, alterar a busca padrão para Bing ou Yahoo, mas para isso era preciso acessar as configurações do iPhone ou iPad. A partir do iOS 7, para conseguir resultados do Google em seus dispositivos da Apple, os usuários precisarão alterar o mecanismo de busca padrão se quiserem contar com os resultados do Google.

Com a mudança, a Apple concretiza sua estratégia de reduzir a presença do Google no iPhone, iPod Touch e iPad. Atualmente, de acordo com a consultoria IDC, a Apple é a segunda colocada no mercado de smartphones , com 17,3% das vendas no primeiro trimestre de 2013. O Google, seu maior concorrente com o Android, representou 75% dos smartphones vendidos no primeiro trimestre de 2013.

A substituição do mecanismo padrão de buscas no iOS 7 segue a substituição do Google Maps como provedor do serviço por meio do aplicativo oficial de mapas da Apple. No ano passado, durante a WWDC 2012 em junho, a Apple anunciou a criação de um serviço próprio de mapas , em parceria com a TomTom. O serviço substituiu os mapas do Google no iPhone, iPod Touch e iPad, o que irritou muitos usuários, em especial porque a qualidade dos mapas da Apple se mostrou inferior .

Na ocasião, a Apple pediu desculpas publicamente aos usuários e chegou a recomendar que eles baixassem aplicativos de mapas de concorrentes enquanto a qualidade do mapas não melhorasse. Contudo, o Google ainda não oferecia um aplicativo independente de mapas para iPhone e iPad. O aplicativo oficial do Google Maps só chegou à App Store, loja de aplicativos da Apple, em dezembro de 2012.

Vitória para a Microsoft

A entrada no iPhone e iPad como mecanismo de busca padrão a partir da nova versão do iOS beneficiará, em especial, a Microsoft. A empresa, que ocupa um segundo lugar no mercado de buscas muito distante do primeiro colocado Google, pode ganhar um impulso. Até o momento, o Bing só funcionava como ferramenta de busca padrão nos smartphones com sistema operacional Windows Phone , desenvolvido pela própria Microsoft.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.