Primeiro celular com o sistema da Fundação Mozilla produzido por uma empresa de grande porte ainda não tem data para chegar ao Brasil

O smartphone ZTE Open, o segundo com o sistema operacional Firefox OS, começa a ser vendido nas lojas da Espanha nesta terça-feira (2). O novo celular custará 69 euros (cerca de R$  200), sendo 30 euros disponibilizados em créditos para o usuário. Também será possível comprar o smartphone nas lojas da operadora Telefônica com um plano pós-pago que custará cerca de R$ 7 ao mês.

LEIA TAMBÉM:
Firefox OS, Ubuntu, Tizen e Sailfish: os novos rivais do Android e iPhone

ZTE Open tem sistema Firefox OS
Getty Images
ZTE Open tem sistema Firefox OS

O valor baixo tende a atrair os usuários em busca de um smartphone de baixo custo, com sistema competivivo com o Android. O Firefox OS possui um sistema operacional aberto, centralizado na web, que permite usar aplicativos desenvolvidos em HTML5.

O ZTE Open foi anunciado em fevereiro, durante o Mobile World Congress, maior congresso de mobilidade do mundo realizado em Barcelona (Espanha). Segundo a assessoria de imprensa da Fundação Mozilla, ainda não há previsão de lançamento do produto para o Brasil.

O celular da ZTE possui tela de 3,5 polegadas com resolução de 480 x 320 pixels, 256 MB de memória RAM e 512 MB de memória interna, que pode ser expandida por meio de um cartão de memória de 4 GB. O produto possui câmera traseira que fotografa com resolução de 3.2 megapixels.

Outros celulares

Além da ZTE, outra empresa que começar a fabricar celulares com Firefox OS em breve é a Alcatel One Touch. O novo aparelho possui recursos parecidos com o ZTE Open, como tela de 3,5 polegadas e câmera de 3.2 megapixels, mas chegará ao mercado com processador Snapdragon, da Qualcomm, de 1 GHz. Segundo a assessoria de imprensa da Alcatel One Touch no Brasil, o produto não tem previsão de chegada no País.

A LG, por outro lado, deve lançar no Brasil seu primeiro smartphone com Firefox OS em setembro. Segundo o iG apurou, o produto, chamado LG LEO , será lançado em parceria com a Telefônica/Vivo e algumas unidades do produto já estão no Brasil. Tanto a LG como a Telefônica/Vivo negam a existência do celular e os planos de lançamento.

Além dos celulares produzidos por fabricantes de grande porte, os primeiros celulares a chegarem ao mercado foram produzidos pela Geeksphone, o Keon e o Peak . Os produtos, criados para desenvolvedores, esgotaram em apenas um dia após o início das vendas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.