Empresa tenta impulsionar linha de smartphones Lumia com novo recurso, mas analistas recomendam que empresa invista mais em marketing, apesar de orçamento baixo

Reuters

HELSINQUE - A Nokia deve lançar um novo smartphone com câmera de 41 megapixels nesta quinta-feira (11), apostando na óptica avançada para compensar os recursos de marketing escassos e aplicativos de telefonia limitados.

LEIA TAMBÉM:
Com ótima câmera e 4G, Lumia 920 é o melhor da Nokia

Novo celular da Nokia, Lumia EOS pode ter câmera que fotografa com resolução de 38 megapixels
Reprodução
Novo celular da Nokia, Lumia EOS pode ter câmera que fotografa com resolução de 38 megapixels

Analistas, no entanto, estão céticos de que uma nova câmera para o smartphone Lumia será suficiente para a empresa finlandesa recuperar a participação de mercado perdida para as rivais Samsung e Apple.

Muitos deles disseram que a Nokia precisa de um marketing mais agressivo para seus aparelhos --um desafio difícil em função de suas minguantes reservas de caixa, após anos de vendas fracas e a decisão deste mês de comprar a participação da Siemens em sua joint venture de equipamentos.

Contratado em 2010 para impulsionar a ex-líder em telefones celulares, Stephen Elop, presidente-executivo da Nokia, apostou o futuro da empresa em smartphones com o sistema operacional da Microsoft Windows Phone.

Apesar dos aparelhos mais simples ainda representarem a maioria das vendas de celulares da Nokia, os smartphones são vistos como cruciais para sua sobrevivência por causa de suas margens e em função da crescente demanda por acesso à Internet e da tendência dos consumidores de optar por modelos mais baratos, feitos por fabricantes asiáticos.

O novo telefone revelado na quinta-feira deverá ser o mais avançado da linha Lumia. A Nokia já tem uma câmera de 41 megapixels no modelo 808 PureView, mas o modelo é executado na plataforma Symbian, que será eliminada.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.