No Reino Unido, internautas terão que informar provedores de que desejam consultar conteúdo adulto, para que acesso a sites não seja bloqueado

BBC

Os provedores de Internet britânicos passarão, a partir de agora, a contar com um filtro antipornografia. A nova medida foi anunciada pelo primeiro-ministro da Grã-Bretanha, David Cameron e é um dos destaques da edição desta semana do boletim de tecnologia BBC Click.

LEIA TAMBÉM:
Redes sociais tentam barrar atividades de pedófilos na web

Para que o filtro antipornografia não seja acionado automaticamente, usuários terão de advertir seus respectivos provedores de que desejam consultar conteúdo adulto. Confira a reportagem completa no vídeo abaixo:

O programa destaca ainda uma pesquisa realizada por especialistas alemães segundo a qual telefones celulares estão sujeitos a ataques de hackers que podem acarretar até mesmo na consulta de dados telefônicos.

E ainda o invento de Matt McKewon, que acoplou um motor de jato em seu carrinho de compras e, com isso, consegue alcançar velocidades de até 70 quilômetros por hora.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.