Nova tecnologia pode permitir desbloqueio da tela e compras por meio da App Store sem uso de senha numérica

A próxima versão do iPhone, smartphone fabricado pela Apple, pode ganhar um sensor para identificar impressões digitais e ativar funções do aparelho ou de aplicativos desenvolvidos para este fim. A informação, divulgada pelo jornal britânico The Telegraph , mostra que um "kit biométrico" faz parte da última versão de testes do iOS 7, sistema operacional da Apple para dispositivos móveis, liberada nesta semana.

LEIA TAMBÉM:
Teste: iPhone 5 tem tela maior e é mais fino que antecessor

Nova versão do iPhone pode ganhar sensor biométrico
Getty Images
Nova versão do iPhone pode ganhar sensor biométrico

Um sensor biométrico, se incluído na próxima versão do iPhone, poderia permitir que o usuário usasse suas impressões digitais para desbloquear a tela do aparelho, em vez de configurar um código numérico. Além disso, a impressão digital também poderia ser utilizada para confirmar compras de aplicativos, músicas, filmes e outros itens por meio da iTunes Store, loja virtual da Apple.

Segundo o jornal, relatos de fontes no início de 2013 indicavam que o lançamento da próxima versão do iPhone poderia atrasar, por conta de dificuldades em encontrar um material para revestir o produto que não interferisse no sensor usado para escanear impressões digitais. O recurso, apesar de usado por diversas empresas para confirmar a identidade das pessoas há anos, não é comum em dispositivos móveis, como smartphones e tablets.

Em 2011, a Motorola lançou o Atrix 4G que possuia um sensor biométrico, para aumentar a segurança ao desbloquear o produto. Contudo, de acordo com o jornal, muitos usuários reclamaram que o sensor não identificava suas digitais, o que limitou o uso do recurso em novos modelos da fabricante. A Samsung incluiu o reconhecimento de face oara desbloquear a tela do aparelho no Galaxy S3 e o recurso também está disponível no Nexus 4, smartphone lançado pelo Google em parceria com a LG.

A expectativa dos analistas é de que a Apple anuncie a nova versão do iPhone, que ainda não se sabe se será chamado de iPhone 5S ou iPhone 6, em setembro. A empresa pode anunciar também uma versão mais barata do iPhone, apesar de estar alcançando bons resultados em vendas do iPhone 4, versão mais antiga do smartphone da Apple ainda disponível no mercado. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.